BCN 

Ex-goleiro do Corinthians que atropelou e matou adolescente não irá a júri popular

Compartilhar

Raphael Aflalo, de 24 anos, atropelou adolescente e padastro em uma via movimentada de Santos, no litoral de São Paulo, em 2017. Jovem de 17 anos morreu. Caso fosse condenado por júri popular, pena poderia ser de 16 a 50 anos de prisão. Goleiro Raphael Aflalo atropelou e matou adolescente de 17 anos em Santos, SP
Arquivo Pessoal
O ex-goleiro do Corinthians Raphael Aflalo, de 24 anos, que atropelou e matou o adolescente Matheus da Silva Nascimento, de 17 anos, em abril de 2017, não irá a júri popular. Segundo a nova decisão da Justiça, mesmo dirigindo o carro em alta velocidade, o jogador não assumiu o risco de atropelar Matheus e o padrastro dele, além de ter prestado socorro aos dois após o acidente.
O jovem foi denunciado à Justiça por tentativa de homicídio e homicídio doloso eventual, quando pode haver intenção de matar, por estar com a Carteira de Habilitação (CNH) vencida e conduzindo o veículo a mais de 100 km/h em uma via de 50km/h, conforme laudo da Polícia Científica.
Se a denúncia fosse aceita pela Justiça, Aflalo seria levado a júri popular e, se fosse condenado, poderia ter pena decretada de 16 a 50 anos de reclusão. Na semana passada, o desembargador Hermann Herschander, da 14ª Câmara de Direito Criminal, votou a favor da denúncia, enquanto Walter da Silva e Miguel Marques e Silva votaram contra.
Na decisão, Herschander explicou que o jogador contava 20 anos de idade e não se encontrava sob o efeito de álcool ou substâncias. Segundo ele, o excesso de velocidade do goleiro manifesta imprudência, mas ainda assim é insuficiente para caracterizar o dolo eventual. “Seria preciso concluir que todos os motoristas que agem da mesma forma […] estão assumindo o risco de matar alguém”, escreveu.
Adolescente é arremessado após ser atropelado por veículo de luxo em Santos, SP
Ao longo do processo, a defesa do jogador afirmou que, após o acidente, o goleiro saiu do carro em situação de desespero e prestou socorro ao dois homens atingidos. A atitude mostra que o jogador não foi indiferente em relação às vítimas.
O advogado de defesa defende, no processo, que houve os delitos homicídio culposo, quando não há intenção de matar, e lesão corporal na direção de veículo, ambos previstos no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) com penas de dois a quatro anos e seis meses a dois anos de detenção, respectivamente. Além disso, é prevista também a suspensão da carteira de habilitação.
Ao G1, o advogado de defesa de Raphael, Eugênio Carlo Balliano Malavasi afirmou que “de fato, o TJSP fez Justiça ao analisar o elemento subjetivo do tipo penal que foi a culpa e jamais o dolo eventual, como perseguiu o MP”.
O assistente de acusação Ainton Sinto, que representa a família da vítima, afirmou que irá aguardar o promotor de Justiça para se manifestar sobre os próximos passos a serem tomados no processo.
Carro conduzido pelo atleta atropelou ambulante em Santos, no litoral de São Paulo
G1 Santos
Acidente em 2017
Matheus da Silva Nascimento trabalhava na praia com o padrasto vendendo lanches e, quando se dirigia a um estacionamento para guardar o carrinho, foi atingido por trás pelo veículo do goleiro. Um vídeo obtido pelo G1 mostrou o carro jogando a vítima a uma distância de 13 metros. O padrasto também ficou ferido (veja vídeo acima).
Rapaz foi atropelado no último fim de semana em Santos
Arquivo Pessoal
Aflalo havia saído com o veículo de um imóvel nas proximidades e estava com a CNH vencida. Em depoimento, ele disse que não estava correndo e que perdeu o controle do carro inesperadamente, quando o veículo acabou indo para a outra faixa da pista e acabou atingindo as vítimas.
Revelado pelo Santos, o goleiro assinou o primeiro contrato como profissional pelo Corinthians, em 2014. Também defendeu o Jabaquara e o Flamengo de Guarulhos na Copa São Paulo de Futebol Júnior, um dos torneios mais tradicionais das categorias de base de futebol brasileiro. Além disso, foi campeão brasileiro sub-20 pela equipe de São Paulo a atualmente atua em um clube de Portugal.
VÍDEOS: as notícias mais vistas do G1

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta