BCN 

Postes do centro de Mogi têm adesivos com QR-Code que mostram a história da cidade

Compartilhar

Ao todo, foram instalados 53 adesivos pelo centro de Mogi. Para acessar, é preciso apontar a câmera do celular ou usar um aplicativo de leitura de QR-Code. Pontos turísticos de Mogi têm adesivos com QR-Code que mostram a história do município
Os moradores de Mogi das Cruzes agora podem ter acesso a história do município a partir de códigos QR-Code instalados em postes e pontos de ônibus.
Para o acesso, é preciso apontar a câmera do celular para o adesivo ou usar um aplicativo de leitura de QR-Code.
O cidadão é direcionado para uma página da Internet ou plataforma de vídeos que explica o contexto histórico de uma rua, uma praça e, até mesmo, uma escola.
“Não conheço muito a história das ruas, da cidade… Então é legal para a gente conhecer”, diz o montador Leonardo Alves.
Códigos QR-Code instalados em postes pelo centro de Mogi das Cruzes
Reprodução/TV Diário
Ao todo, foram instalados 53 adesivos com QR-Code nesta primeira etapa do projeto, apenas na região central do município.
Já para as próximas etapas, a secretária de Cultura Kelen Chacon afirma que a previsão é de que as próximas instalações sejam com fotos e vídeos em realidade aumentada.
“Como o mundo hoje é interconectado, nós pensamos que a forma mais fácil de resgatar a memória e contar um pouco sobre a história da cidade fosse justamente colocar esses adesivos, com uma ferramenta simples que é o QR-Code, e unir a tecnologia, a história e a memória”, diz.
“Agora é fácil para os moradores da cidade entenderem porque a José Bonifácio se chama José Bonifácio ou, até mesmo, quem foi o doutor Ricardo Vilela”, completa a secretária de Cultura de Mogi das Cruzes.
Prédios e patrimônios também receberão os adesivos na segunda etapa do projeto. “É uma ferramenta para essa educação patrimonial, para que o mogiano conheça mais a sua herança cultural, e que possa adquirir mais conhecimento histórico”, afirma a historiadora Nayara Cruz.
Para mais informações, o telefone é o 4798-6900. A população também pode enviar um e-mail para culturamogi@pmmc.com.br.
Assista a mais notícias sobre o Alto Tietê

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta