BCN 

Voluntários escrevem mensagens de otimismo em tampas de marmitas para pacientes internados em hospitais do interior de SP

Compartilhar

Acompanhantes e pacientes das Santas Casas de Birigui e Buritama (SP) recebem marmitas personalizadas com mensagens de fé e amor. Voluntários escrevem mensagens de esperança em tampas de marmitas para pacientes de Santas Casas da região de Araçatuba
Reprodução/TV TEM
Mensagens de otimismo e fé escritas à mão em tampas de marmitas têm transformado o dia de pacientes internados nas Santas Casas da região de Araçatuba (SP).
Alguns dos voluntários que compartilham carinho são funcionários da Escola Municipal Maria do Carmo Cunha Guerbas, de Buritama (SP).
Para a psicopedagoga Claudia Janaína, com a ausência das crianças em sala de aula, o projeto motivou os profissionais da escola.
“Se a gente não consegue cuidar das crianças, consegue ao menos cuidar de algum familiar delas [com as mensagens]. Grandes coisas são feitas de atitudes pequenas.”
Voluntários escrevem mensagens de esperança em tampas de marmitas para pacientes de Santas Casas da região de Araçatuba
Reprodução/TV TEM
“Quando estamos reunidos escrevendo as mensagens a energia é muito boa, todo mundo comenta. Estamos depositando nas tampas um pouco de alegria, de bons fluídos, de energia boa, e a gente sempre pensa que vai chegar até eles essa energia”, diz a professora Telma Cristina dos Santos.
Para escrever as mensagens, os voluntários utilizam luvas e cumprem todas as medidas de higiene para a prevenção da Covid-19. Em seguida, as tampas são encaminhadas à Santa Casa.
Voluntários escrevem mensagens de esperança em tampas de marmitas para pacientes de Santas Casas da região de Araçatuba
Reprodução/TV TEM
Na hora da refeição, as marmitas personalizadas são distribuídas aos pacientes e acompanhantes que estão no hospital.
Priscila Raval Ribeiro é acompanhante da avó no hospital e afirma que só conheceu o projeto quando recebeu a refeição.
“Eu fiquei muito feliz em ver o capricho, o amor, o cuidado com o próximo. Receber uma mensagem em um momento de sensibilidade é muito bom. É uma força, ver que você não está sozinha, que tem outras pessoas cuidando de você é muito bom”, afirma.
De acordo com a nutricionista da Santa Casa, Delma Dilmara dos Santos, além de alegrar o dia dos pacientes, o projeto também contribui com a recuperação deles.
“Tem paciente com dó de jogar fora a tampinha, tem funcionário que quer levar tampinha. Essa é a intenção, é mostrar que estamos aqui fora torcendo pela recuperação dos pacientes. É muito gratificante poder mandar um pouquinho de fé, amor e confiança neste momento.”
Profissionais e voluntários adotam ações de carinho a pacientes internados com Covid-19
Na Santa Casa de Birigui (SP), os pacientes também recebem mensagens de fé, esperança e amor nas refeições.
Todos que transformam os dias dos pacientes com as palavras são voluntários. Eles afirmam que contribuir com a alegria de alguém é mais gratificante do que qualquer pagamento em dinheiro.
“O objetivo principal é levar apoio, carinho e um pouco mais de afeto nas refeições dos nossos pacientes. Com isso, tivemos vários pacientes que deram um feedback legal. Alguns escrevem bilhetes, outros choram e dizem que mensagens são fundamentais para que recuperem a força e continuem o tratamento”, diz Nathalia Cury, supervisora de nutrição do hospital.
Voluntários escrevem mensagens de esperança em tampas de marmitas para pacientes de Santas Casas da região de Araçatuba
Reprodução/TV TEM
Veja mais notícias da região no G1 Rio Preto e Araçatuba
VÍDEOS: veja as reportagens da região
U

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta