BCN 

Projeto confecciona agasalhos para animais de rua em Jundiaí

Compartilhar

Roupinhas são feitas por moradores de rua assistidos pelo SOS durante o outono e o inverno. Animais de rua ou que são cuidados por ONGs recebem roupinhas do SOS de Jundiaí (SP)
Melina Nucci/Divulgação
Uma campanha organizada pelo Serviço de Obras Sociais (SOS) de Jundiaí (SP) distribui agasalhos para animais que vivem com pessoas em situação de rua, que foram abandonados ou que foram acolhidos por Organizações Não-Governamentais (ONGs).
Durante o outono e o inverno, moradores de rua que são assistidos pela instituição confeccionam roupas para os próprios pets e para outros animais que estão passando frio fora de um lar.
Foi no inverno do ano passado que o projeto “Aquecidos” teve início, em parceria com o Centro Pop, equipamento de assistência da Prefeitura de Jundiaí.
Neste ano, a cachorrinha Laila foi a primeira “cliente” atendida pela instituição. Na quinta-feira (29), a filhote ganhou uma roupinha que foi confeccionada ainda no ano passado. Como brinde, ainda levou uma coberta e uma cesta que serviu de cama para a cadelinha.
Laila é cuidada por Diego, uma pessoa em situação de rua que passou pela instituição para tomar banho antes de seguir seu destino.
Laila é cuidado por Diego, morador de rua que foi assistido pela Casa de Passagem
Melina Nucci/Divulgação
Segundo Melina Nucci, terapeuta ocupacional da Casa de Passagem do SOS, o projeto promove a empatia entre os usuários da instituição.
“Consiste em ensinar pessoas em situação de rua a confeccionarem os agasalhos. As pessoas participam como autoras de uma ação que protege os animaizinhos que se encontram na mesma situação que elas. A pessoa sente frio, então entende que o animal também sente”, comenta.
Melina ainda explicou que a função faz com que as pessoas atendidas pela Casa de Passagem se sintam felizes.
“Muitas pessoas em situação de rua já vêm acompanhadas de animais ou, no passado, já tiveram um bichinho, então isso conta muito. A pessoa acaba sentindo essa satisfação de saber que, através da mão dela, está sendo produzida uma roupinha que vai beneficiar um bichinho.”
Além disso, a SOS confecciona roupas sob encomenda para pets de munícipes que gostaram da ideia e quererem apoiar o projeto.
“Neste caso, cobramos um valor simbólico, que é revertido em material para a gente continuar tocando o projeto. Uma vez que a pessoa compra uma roupinha, ela garante que outra roupinha seja doada para um animal que esteja precisando”, explica Melina.
Outra forma de auxiliar a instituição é doando materiais como soft, plush e velcro para serem usados nas roupas dos animais, além de agasalhos e alimentos para as pessoas em situação de rua. Mais informações podem ser encontradas no Facebook e no Instagram da instituição.
VÍDEOS: assista às reportagens da TV TEM
*Colaborou sob supervisão de Ana Paula Yabiku
Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta