BCN 

Colecionadora há 40 anos, idosa tem acervo com quase 100 cinzeiros diferentes: ‘Cada um tem sua história’

Compartilhar

Aparecida Lucia Feitosa, de 66 anos, de Sorocaba (SP), agora tem um novo desejo: conseguir o cinzeiro usado pelo Fiuk, um dos finalistas do Big Brother Brasil 21. Colecionadora há 40 anos, idosa de Sorocaba (SP) tem acervo com quase 100 cinzeiros diferentes
Arquivo pessoal
Em 1980, Aparecida Lucia Feitosa, de 66 anos, achou uma nova paixão: colecionar cinzeiros. Pode parecer inusitado, mas, nestes 40 anos, a professora aposentada construiu um acervo com quase 100 peças na casa onde mora, em Sorocaba (SP).
O primeiro deles veio de uma viagem para a Argentina e, a partir daí, cada um foi marcando uma etapa na vida da colecionadora.
“Por cada cidade que eu ia ministrando minhas aulas, sempre trazia um cinzeiro como lembrança de um aluno ou, até mesmo, dos pais dele. Cada peça tem a sua história”, conta.
Aparecida Lucia Feitosa, de 66 anos, moradora de Sorocaba (SP)
Arquivo Pessoal
Depois de 27 anos como professora, veio a aposentadoria e Aparecida resolveu aproveitar o tempo de descanso para se dedicar ainda mais à coleção.
“Passei a viajar mais, fiz alguns cruzeiros e sempre lembrava de trazer um novo cinzeiro para a coleção. Cada vez que os vejo é como se estivesse fazendo uma retrospectiva da minha vida”, diz.
Agora, Aparecida tem um novo desejo de colecionadora: conseguir o cinzeiro usado pelo Fiuk, um dos finalistas do Big Brother Brasil 21.
“Todas as noites fico imaginando como seria maravilhoso para a minha coleção se eu ganhasse aquele cinzeiro”, diz.
VÍDEOS: assista às reportagens da TV TEM
Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta