BCN 

Educação socioemocional é pilar na formação de crianças e jovens

Compartilhar

Habilidades socioemocionais vão ensinar estudantes a gerenciar situações que vão muito além da sala de aula A educação socioemocional está prevista na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e é um dos pilares fundamentais da metodologia do Colégio Planck.
A importância de trabalhar nesta linha pedagógica foi demonstrada em uma pesquisa liderada pela Universidade de Loyola (EUA), com mais de 270 mil estudantes. O resultado revelou que crianças que passam pela aprendizagem socioemocional revelam melhores resultados acadêmicos e comportamentais.
O que são as habilidades socioemocionais?
Colégio Planck
Foto: Divulgação
A aprendizagem social e emocional é um processo de aquisição de conhecimentos para permitir o desenvolvimento de habilidades que vão ajudar os estudantes a lidar melhor com suas emoções e comportamentos diante das diversas situações da vida.
A aprendizagem socioemocional aplicada no Colégio Planck visa desenvolver autoconsciência, autocontrole e habilidades interpessoais em seus estudantes para que eles reconheçam o impacto de suas emoções e consigam moldá-las para estabelecer conexões saudáveis nos variados âmbitos de suas relações.
Para o Colégio, essas habilidades podem ser ensinadas, modeladas e praticadas em colaboração com a equipe pedagógica, na companhia dos amigos e com o incentivo das famílias.
Foco do Colégio Planck
O Colégio Planck é uma instituição que promove o alto desempenho de seus estudantes em todos os seus processos pedagógicos, realizando o desenvolvimento acadêmico e cognitivo, com grande foco no desenvolvimento dessas habilidades socioemocionais.
Um ponto importante é que essas competências têm sido amplamente valorizadas nos ambientes corporativos, que consideram que as pessoas com habilidades socioemocionais desenvolvidas têm metas claras na vida, são autônomas, promovem tomadas de decisão responsáveis, têm iniciativa social, trabalham melhor em equipe e sabem resolver problemas.
Como parte de um planejamento pedagógico estruturado, a matriz socioemocional do Planck leva os estudantes a vivenciar situações no dia a dia que vão promover experimentações de autoconhecimento, autogestão, curiosidade, resiliência e outras competências.
Com olhar individualizado e visão holística da formação dos estudantes, o projeto pedagógico do Planck os auxilia no desenvolvimento das potencialidades que serão imprescindíveis para atingir seus propósitos de vida.
Como o Planck trabalha as habilidades socioemocionais?
Além dos temas transversais trabalhados nos componentes curriculares, esse processo de desenvolvimento das habilidades socioemocionais também ocorre em projetos interdisciplinares, como o Programa Planck de Mentoria, o Clube de Debates, a Academia Sherlock, o Laboratório Maker, e outras disciplinas eletivas oferecidas no Colégio.
Dessa forma, pretende que os estudantes tornem-se mais empáticos, respeitosos, criativos e resilientes com total preparo para esse mundo em constante transformação.

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta