BCN 

Morte de homem em discussão de trânsito será alvo de reconstituição em Mogi das Cruzes

Compartilhar

Polícia vai reconstituir o caso na manhã desta quarta-feira a pedido do Ministério Público. Vítima morreu dias depois de ser baleada na frente da família. Polícia faz reconstituição de briga de trânsito que terminou com morte de jovem em Mogi
Nesta quarta-feira (28), está programada a reconstituição de uma discussão de trânsito que resultou na morte de Ricardo de Oliveira Penha Soares, de 25 anos, em Mogi das Cruzes.
De acordo com a polícia, a reconstituição será às 10h, no cruzamento das ruas Frederico Straube e Francisco Assis Monteiro de Castro na Vila Oliveira.
Soares, foi atingido por um tiro na frente da família disparado por Iago Alves de Oliveira, de 29 anos. Os dois discutiram depois de quase colidirem os veículos que guiavam.
Oliveira chegou a ser preso, porém a justiça concedeu a liberdade provisória por bons antecedentes e por não oferecer risco à ordem pública.
A reconstituição acontece a pedido do Ministério Público. Um perito da Polícia Civil estará no local e vai reconstituir como foi a discussão que resultou na morte de Soares. Além do perito participam também da reconstituição o advogado de ambas as partes e também o suspeito do crime.
Discussão
Câmeras de monitoramento de um imóvel gravaram a discussão, que aconteceu no dia 4 de abril em um cruzamento das ruas Frederico Straube e Francisco Assis Monteiro de Castro.
Homem foi baleado durante briga de trânsito em Mogi das Cruzes
Reprodução/TV Diário
As imagens mostram o momento em que a vítima, Ricardo de Oliveira Penha Soares desce do veículo e vai até a janela do outro motorista, que é Iago Alves de Oliveira. Pouco tempo depois, a mulher de Soares vai até o marido, com o filho de cinco meses no colo.
No meio da discussão, Iago de Oliveira atira no pescoço da vítima. O próprio rapaz que atirou faz uma ligação e espera no local. Oliveira chegou a ser preso, porém a justiça concedeu a liberdade provisória por bons antecedentes e por não oferecer risco à ordem pública.
Assista a mais notícias

Compartilhar

You May Also Like

Deixe um comentário