BCN 

Câmara derruba veto a projeto de lei que classifica academias como serviços essenciais em Sorocaba

Compartilhar

Projeto também libera as atividades físicas individuais ou em grupo ao ar livre. Prefeito tem um prazo de até 48 horas para decidir se vai promulgar ou não. Câmara derruba veto a projeto de lei que classifica academias como serviços essenciais em Sorocaba
Vitor Santana/G1
A Câmara de Vereadores de Sorocaba (SP) derrubou, na terça-feira (27), o veto do prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) ao projeto de lei que classifica academias como serviços essenciais durante a pandemia de Covid-19.
O projeto também libera as atividades físicas individuais ou em grupo ao ar livre. De acordo com o Executivo, o reconhecimento dos serviços essenciais é de sua responsabilidade e, por isso, a prefeitura optou pelo veto, que foi derrubado por 16 votos a quatro.
A partir desta quarta (28), o prefeito possui um prazo de até 48 horas para decidir se vai promulgar o projeto ou não. O G1 entrou em contato com a prefeitura e questionou a respeito da decisão, mas ainda não recebeu um retorno.
Segundo a Câmara, por enquanto, as academias continuam funcionando nos horários definidos pela “fase de transição” do Plano São Paulo.
VÍDEOS: veja as reportagens do Bom Dia Cidade e do TEM Notícias
Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta