BCN 

Protetora de animais diz ter sido agredida enquanto tentava resgatar cervo na Zona Sul de SP

Compartilhar

A SSP informou que uma equipe da Polícia Militar resgatou, nesta segunda-feira (26), um cervo que estava circulando pela região do Morumbi. O caso foi encaminhado à unidade especializada para averiguação e fiscalização da documentação referente ao animal. Cervo andando pela Avenida Morumbi, na Zona Sul de SP
Marina Inserra/ Facebook
A protetora de animais Marina Inserra afirmou em uma rede social que foi agredida e impedida de resgatar um cervo que caminhava pela Avenida Morumbi, na Zona Sul de São Paulo.
No relato, Marina disse que, quando conseguiu pegar o animal para ser resgatado, um carro chegou até o local, e uma pessoa tentou sufocá-la com as mãos. A protetora disse que questionou a agressora sobre a documentação autorizando a criação do animal, mas não obteve resposta.
A vítima conta que acionou a polícia para auxiliar no resgate do animal, no entanto, eles entregaram o cervo para a outra pessoa sem solicitar a documentação.
“Chamei a polícia, achando que a polícia iria defender o animal, mas a polícia me coagiu, me derrubou no chão e levaram o veado sem apresentar nenhuma documentação!!! Eu paro, penso e não acredito ainda que vivi isso!”
Em nota, a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP) informou que uma equipe da Polícia Militar resgatou, nesta segunda-feira (26), um cervo que estava circulando pela região do Morumbi. “O caso foi encaminhado à unidade especializada para averiguação e fiscalização da documentação referente ao animal. Caso seja constatada qualquer irregularidade, as medidas legais serão adotadas e o cervo encaminhado a um serviço de proteção.”
Vídeos: Tudo sobre São Paulo e região metropolitana

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta