BCN 

Prefeitura de SP fecha temporariamente drive-trhus para vacinação contra a Covi-19 nesta segunda-feira

Compartilhar

Unidades Básicas de Saúde (UBS) continuarão aplicando doses em pessoas que estão nos grupos prioritários. Idosos recebe vacina contra a Covid-19 em posto montado em sistema drive-thru no estacionamento do Shopping Aricanduva, na Zona Leste de São Paulo, na sexta-feira (23).
ERIKA INOUE/MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
A Prefeitura de São Paulo vai fechar temporariamente, a partir desta segnda-feira (26), os 20 postos drive-thru da capital que estão realizando a vacinação contra a Covid-19. A vacinação na rede de farmácias parceiras também está suspensa.
Segundo a gestão municipal, os locais serão reabertos após o início das datas previstas para novos grupos prioritários. Enquanto isso, as doses continuam sendo aplicadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), nos Serviços de Assistência Especializada (SAE), nos centros-escola e outros postos volantes.
Até o dia 24 de abril, o município de São Paulo aplicou 3.017.546 doses de vacinas contra a Covid-19, sendo 1.956.253 com a primeira e 1.061.293 com a segunda dose.
Nesta segunda-feira (26), a capital segue com a imunização de idosos com idade de 64 anos, grupo estimado em 112 mil pessoas. A vacinação também continua para as pessoas que estão no período previsto para a aplicação da segunda dose dos imunizantes.
De acordo com calendário divulgado pelo governo de São Paulo, o próximo grupo a ser incluído no esquema de vacinação é o de idosos com 63 anos, a partir de quinta-feira (29). (Veja as datas abaixo).
Onde se vacinar na capital:
468 Unidades Básicas de Saúde (UBS)
Horário: de segunda a sexta, das 7h às 19h.
Os endereços das unidades podem ser acessados pela ferramenta Busca Saúde: http://buscasaude.prefeitura.sp.gov.br/
UBSs com sistema drive-thru e outros postos volantes
Horário: 8h às 17h
A vacinação nos postos das farmácias parceiras está suspensa
AMAs/UBSs Integradas
Horário: 7h às 19h, inclusive aos sábados.
Veja a lista com os endereços dessas unidades.
17 Serviços de Assistência Especializada (SAE)
Veja a lista com os endereços dessas unidades.
Três centros-escolas
1. CS Escola Barra Funda – Alexandre Vranjac – Av. Dr. Abrãao Ribeiro, 283 – Bom Retiro;
2. CS Escola Geraldo de Paula Souza – Av. Dr. Arnaldo, 925 – Sumaré;
3. CS Escola Samuel Barnsley Pessoa – Av. Vital Brasil, 1.490 – Butantã
Próximos na fila da vacinação
O governo de São Paulo anunciou na terça-feira (20) a vacinação contra a Covid-19 de pessoas com Síndrome de Down, pacientes transplantados e pacientes renais em diálise a partir do dia 10 de maio. A expectativa é de vacinar 120 mil pessoas neste grupo.
Também foi divulgado, em coletiva de imprensa, a vacinação de motoristas e cobradores de ônibus municipais e intermunicipais, que serão imunizados a partir do dia 18 de maio. Segundo o governo estadual, 165 mil pessoas vão receber a vacina nesta etapa.
Na segunda (19), a gestão de João Doria (PSDB) já tinha confirmado a vacinação de funcionários do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) a partir do dia 11 de maio. Serão vacinados todos os operadores de trens, independente da idade, e funcionários que têm contato com o público e idade acima de 47 anos.
Veja o cronograma de vacinação do estado de SP:
Novo calendário de vacinação contra a Covid-19 divulgado pelo Governo de São Paulo nesta terça-feira (20).
Divulgação/Governo de SP
Histórico da vacinação
A vacinação contra a Covid-19 começou no Brasil em 17 de janeiro, logo após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso emergencial da CoronaVac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.
A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, moradora de Itaquera, na Zona Leste da capital paulista, foi a primeira pessoa, fora dos estudos clínicos, a receber a vacina.
O Programa Nacional de Imunização (PNI) brasileiro teve início no dia 18 de janeiro, e começou a ser feito após a distribuição das 6 milhões de doses da CoronaVac importadas já prontas da China.
No estado de São Paulo, a vacinação começou com um determinado grupo (que incluía profissionais de saúde da linha de frente no combate ao coronavírus, indígenas, quilombolas e idosos que viviam em instituições) e foi avançando conforme a chegada de vacinas.
Vacinômetro
De acordo com o último balanço da Secretaria Estadual de Saúde, atualizado até 16h30 deste domingo (25), 10.747.996 doses de vacinas contra a Covid-19 foram aplicadas no estado.
Dessas, 6.962.242 correspondem a aplicações de primeira dose e 3.785.754 de segunda dose.
VÍDEOS: Veja mais sobre SP e Região Metropolitana

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta