BCN 

Taxa de ocupação de leitos de UTI no estado de São Paulo cai dez pontos percentuais em 15 dias e chega a 80%

Compartilhar


A média de novas internações também caiu. Duas semanas atrás, 3.029 pessoas eram internadas diariamente nos hospitais e, atualmente, são 2.400 novas internações diárias. Apesar disso, média ainda é 25% maior do que no pior momento da pandemia em 2020. Paciente com Covid-19 tem máscara de oxigênio ajustada em UTI de hospital em São Paulo em 8 de abril de 2021
Amanda Perobelli/Reuters
A taxa de ocupação de leitos de UTI no estado de São Paulo caiu dez pontos percentuais nos últimos 15 dias. Dados do Seade, do governo estadual, desta segunda-feira (19) mostram que no dia 5 de abril, mais de 90% das UTIs estavam ocupadas. Uma semana depois, o índice baixou para 85% e, agora, está em 80%.
Ritmo de novas internações por Covid-19 no estado de SP cai, mas ainda é 25% maior do que no pico de 2020
A ocupação dos leitos de enfermaria caiu mais ainda. Duas semanas atrás, 75% dos leitos estavam ocupados. No dia 12 de abril, eram quase 66% e, nesta segunda, 61% dos leitos de enfermaria estão com pacientes.
A taxa de ocupação caiu porque foi diretamente influenciada pela criação de novos leitos. Segundo Carlos Magno Fortaleza, infectologista da Unesp e integrante do Centro de Contingência da Covid, isso dá uma falsa impressão de queda brusca nos números.
“Houve sim um grande aumento de leitos e aí quando nós começamos a diminuir o número de casos o fato de haver uma grande oferta de leitos faz com que a ocupação pareça desabar, mas na realidade nós ainda estamos tendo muitos casos novos de covid; apenas menos casos do que tínhamos duas, três semanas atrás, e aí isso se reflete porque uma vez que vc evita uma transmissão de covid hoje vc vai evitar uma pessoa de ficar assintomática daqui uma semana, de precisar de hospital daqui a duas semanas e provavelmente precisar de UTI ou morrer daqui a 3 ou 4 semanas.
A média móvel de novas internações também caiu. Duas semanas atrás, 3.029 pessoas eram internadas diariamente nos hospitais. O número caiu para 2.580 novas internações em 12 de abril, e, atualmente são 2.400 novas internações diárias.
Mas apesar de o ritmo de novas internações ter caído, ainda é 25% maior do que no pior momento da pandemia em 2020, como o G1 mostrou. No pico do ano passado, a média diária de novas internações chegou a 1.972 ao dia.

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta