Jogadores dos clubes da Superliga serão banidos da Copa do Mundo e da Euro, diz presidente da Uefa

Compartilhar

Presidente da Uefa, Aleksander Ceferin disse nesta segunda-feira, 19, que todos os jogadores que participarem da Superliga Europeia, torneio lançado ontem por doze grandes clubes do Velho Continente, serão banidos da Eurocopa e da Copa do Mundo. Segundo o mandatário, todas as outros confederações, como a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), por exemplo, estão de acordo com a punição. “Todos os jogadores que participarem dessa competição serão proibidos de jogarem por suas seleções na Eurocopa e Copa do Mundo. Todas as confederações estão de acordo com isso. Nós vamos dar todas as punições que pudermos, e vou informar em breve, assim que eu tiver uma resposta clara. Minha opinião é essa, o mais rapidamente possível, os jogadores têm que ser banidos de todas as nossas competições “, determinou Ceferin.

“A classificação para as competições europeias deve ser baseada no mérito e que todos podem competir contra todos. Não posso deixar de mostrar o meu repúdio ao movimento realizado. Somos todos contra este movimento”, completou Ceferin, criticando a criação de um torneio que não teria rebaixamento e exaltando a Liga dos Campeões da Europa, que terá um novo modelo com mais times a partir da temporada 2023/24. No último domingo, o esloveno já havia detonado a Superliga Europeia. “É um projeto vergonhoso e egoísta, que tem a rejeição de toda a sociedade. É um projeto cínico que vai contra o que o futebol deveria ser e é uma bofetada contra os valores do futebol e contra toda a sociedade. Jamais vamos permitir que um projeto como esse comece”, disse, antes do anúncio feito pelos doze clubes fundadores.

O novo campeonato é uma oposição à Liga dos Campeões da Uefa e é fundado por Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester United, Manchester City e Tottenham (Inglaterra); Atlético de Madrid, Barcelona e Real Madrid (Espanha); Juventus, Inter de Milão e Milan (Itália). Além dessas equipes, está nos planos do grupo a entrada de outros três times para o grupo de membros fundadores. Atuais finalistas da Liga dos Campeões, Bayern de Munique (Alemanha) e PSG (França) recusaram a participar da Superliga. Em comunicado, a organização da Superliga afirmou que pretende iniciar a competição “assim que possível”

Formato do torneio

Ao todo, a competição terá 20 participantes: 15 fundadores e cinco classificados através de um sistema que leva em conta a temporada anterior. As partidas serão realizadas nos meios de semana, respeitando os calendários nacionais. A competição começará em agosto com os times sendo divididos em dois grupos de 10 que jogarão turno e returno. Os três melhores de cada grupo avançam para as quartas-de-final, enquanto que as equipes que terminarem na 4ª e 5ª colocação disputaram um playoff pelas duas vagas restantes. O mata-mata será disputado em jogos de ida e volta com a final acontecendo no fim de maio em jogo único em sede neutra.  Também está prevista a criação de uma Superliga Feminina.

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta