Morador de Santo Anastácio é autuado em R$ 1,5 mil por manter pássaros e tartaruga em cativeiro

Compartilhar


Polícia Ambiental viu as aves em uma casa na Avenida José Bonifácio e durante a vistoria ainda encontrou o tigre d’água. Homem criava sem autorização um pássaro-preto e um melro
Polícia Ambiental
Um homem de 63 anos foi autuado em R$ 1,5 mil por manter aves e animal silvestres em cativeiro. A ocorrência foi registrada nesta quarta-feira (7), em Santo Anastácio.
Conforme a Polícia Ambiental, a equipe estava em patrulhamento preventivo quando viu na área externa de uma casa, na Avenida José Bonifácio, dois pássaros em uma gaiola. Os policiais entraram em contato com o morador de 63 anos, que informou que não tinha autorização para manter as aves das espécies pássaro-preto e o melro em cativeiro.
Ainda durante a vistoria, foi localizada uma tartaruga-tigre-d’água. Foi elaborado um auto de infração ambiental de R$ 1,5 mil por manter espécimes da fauna silvestre em cativeiro sem autorização do órgão competente.
Também de acordo com a polícia, por estavam com aspecto sadio e sem ferimentos, as aves e a tartaruga foram devolvidos à natureza.
Homem também criava sem autorização uma tartaruga-tigre-d’água
Polícia Ambiental
VÍDEOS: Tudo sobre a região de Presidente Prudente
Veja mais notícias em G1 Presidente Prudente e Região.

Compartilhar

Deixe uma resposta