Idosos reclamam de falta de vacina contra Covid-19 em Brodowski, SP: ‘É revoltante’

8 de abril de 2021 0 Por
Compartilhar


Reclamações levaram o MP a investigar suspeita de irregularidade na vacinação. Prefeitura diz que não recebeu quantidade adequada de doses, mas governo estadual diz que há 300 frascos disponíveis. Idosos reclamam de falta de vacina contra Covid-19 em Brodowski, SP
Reclamações de idosos sobre falta de vacina contra Covid-19 em Brodowski (SP) levaram ao Ministério Público (MP) a abrir um inquérito civil para investigar se há irregularidades na vacinação no município.
O promotor de Justiça responsável pelo caso, Leonardo Bellini de Castro, afirma que a Prefeitura precisará explicar em detalhes quantas doses enviadas pelo governo de São Paulo chegaram à cidade e em quem elas foram aplicadas.
A Prefeitura nega irregularidades e diz que não recebeu doses suficientes para vacinação. Já o governo paulista diz que enviou 4,3 mil doses, das quais apenas 4 mil foram aplicadas. “Os dados sugerem que mais de 300 doses ainda estariam disponíveis na cidade”, diz o comunicado.
O promotor de Justiça diz que o MP recebeu denúncias de que houve irregularidades na aplicação da vacina, que não teria respeitado a ordem de prioridade do público-alvo estipulada pelo governo de São Paulo.
“Foi instaurado um inquérito civil para apurar se isso efetivamente ocorreu e, se ocorreu, quem seria o responsável, para verificar se é o caso ou não de mover uma ação judicial visando a responsabilização destas pessoas”, diz Castro.
Idosos reclamam de falta de vacina contra Covid-19 em Brodowski (SP)
Valdinei Malaguti/EPTV
Insegurança
A aposentada Sebastiana Antônio da Silva, de 78 anos, foi até um posto de vacinação em março, mas não conseguiu receber o imunizante. A faixa etária dela, de idosos entre 77 e 79 anos, começou a ser vacinada em 3 de março nas cidades paulistas, conforme determinou o governo estadual.
Filha de Sebastiana, Carmen Célia da Silva acompanha o processo diariamente. Ela ficou responsável por levar as informações ao irmão e ao restante dos familiares, que estão apreensivos com a falta de imunização para a mãe.
“Fui lá, disseram que a vacina não tinha chegado ainda, que era para ir passando lá, mas passávamos e não chegava. Eles falam que era para esperar. É revoltante, não só para ela, mas para muitos que estão na mesma situação”, diz Carmen.
Sebastiana Antônio da Silva, de 78 anos, reclama de falta de vacinas contra Covid-19 em Brodowski (SP)
Valdinei Malaguti/EPTV
A preocupação de Carmem reverbera na de outra moradora da cidade, Mara Fabbri, que busca vacina para sua mãe, a artesã Rosa Renzo Fabbri. A idosa tem hipertensão, o que a coloca no grupo de risco para a Covid-19 e deixa a família preocupada.
“Ela já foi no posto de saúde várias vezes para poder se vacinar e a resposta é sempre a mesma: não tem doses para a idade dela”, diz Mara.
Idosa de 77 anos que deveria ter sido vacinada no início de março reclama de atraso na vacinação em Brodowski (SP)
EPTV/Reprodução
Investigação
Apesar de Sebastiana e Rosa não terem sido vacinadas, Brodowski já aplica o imunizante em moradores com 68 anos. O governo do estado determinou que esta faixa etária começasse a ser vacinada a partir de 2 de abril.
A presidente da Ordem dos Advogados Brasileiros (OAB) em Brodowski, Renata Tostes Martins, acompanha as investigações do MP. Ela quer saber quais embasamentos legais a Prefeitura tomou para deixar uma faixa etária sem vacina e avançar a aplicação do imunizante em pessoas mais novas.
“A gente vê isso com preocupação, porque não tem como você explicar para um idoso que a faixa etária dele passou e que ele não tem data para receber a vacina”, diz.
OAB de Brodowski (SP) acompanha investigação sobre falta de vacinas contra Covid-19
Valdinei Malaguti/EPTV
O secretário adjunto de Saúde de Brodowski, Roberto Lopes, diz que o problema é responsabilidade do governo estadual, que não distribuiu a quantidade de doses adequadas para o município. Ele afirma que já pediu vacinas para 254 pessoas que ainda não receberam o imunizante.
“Não temos recebido [doses] de acordo com o número ideal para cada faixa etária. A gente recebe em torno de 70, 80%”, diz. “Não depende de nós. Não é nossa culpa. Aplicamos as vacinas que a gente recebe.”
Secretário-adjunto de Saúde diz que Brodowski (SP) não recebeu do governo estadual a quantidade adequada de vacinas contra Covid-19
Valdinei Malaguti/EPTV
Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca
VÍDEOS: Tudo sobre Ribeirão Preto, Franca e região

Compartilhar