Cinco cidades da Baixada Santista relatam baixo estoque de vacinas contra a Covid-19 e aguardam nova remessa

8 de abril de 2021 0 Por
Compartilhar


De acordo com a maioria dos municípios, previsão é de que novas doses cheguem nesta quinta-feira (8). CoronaVac, vacina contra a Covid-19 produzida no Brasil pelo Instituto Butantan
Instituto Butantan/Divulgação
Cinco cidades da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, afirmaram que, nesta quarta-feira (7), registraram baixo estoque de vacinas contra a Covid-19, ou zeraram as doses dos imunizantes nos pontos de vacinação, e que aguardam nova remessa do estado para continuar a imunização nos municípios. A previsão das prefeituras é de que novas doses sejam entregues nesta quinta-feira (8).
Por meio de nota, a Prefeitura de Praia Grande informou que não há vacina em nenhum dos polos, que os imunizantes acabaram nesta quarta-feira, e que a previsão é de chegar mais já nesta quinta, possivelmente no período da tarde. “A quantidade só saberemos no momento da entrega pelo estado”, afirma o município.
No momento, a cidade está vacinando pessoas acima de 68 anos, primeira e segunda doses. Profissionais da segurança estão sendo vacinados em suas sedes de trabalho diretamente pelo estado. Quanto à abertura de novos grupos, a cidade aguarda orientação do governo estadual.
Em Peruíbe, a prefeitura afirmou que a vacinação não foi paralisada, para nenhum público. Entretanto, nos últimos dias, tem aplicado apenas a segunda dose, em domicílio, nos idosos com dificuldade de locomoção, até o recebimento de nova remessa. Até a última atualização desta reportagem, havia imunizantes disponíveis para 50 pessoas no município. A cidade está na fase de vacinar idosos acima de 69 anos, e a previsão de chegada de novas doses é nesta quinta-feira.
Itanhém informou ao G1 que dispõe de vacinas para os previamente agendados, mas aguarda nova remessa do governo estadual.
Segundo a Secretaria da Saúde de São Vicente, a cidade iniciou, na última segunda-feira (5), a vacinação em profissionais da área da segurança pública, que está sendo realizada no 39º Batalhão da Polícia Militar, para evitar aglomerações nos postos de saúde.
Devido ao baixo estoque de imunizantes, e até a Sesau receber mais doses, a vacinação em idosos com mais de 68 anos está acontecendo em postos específicos das áreas Insular (UBS Central, ESFs Praça Vitória, Bitaru, Náutica, Parque São Vicente e Fundo Social de Solidariedade) e Continental (Subprefeitura, ESFs Humaitá e Parque das Bandeiras), de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h.
Nestes locais, também está sendo aplicada a segunda dose da vacina em pessoas com mais de 75 anos e profissionais da saúde. A pasta pede a compreensão destes públicos e solicita que procurem o posto de vacinação mais próximo de casa, até a regularização dos estoques.
Conforme boletim divulgado nesta quarta-feira, foram aplicadas, desde o início da campanha, cerca de 51.500 doses da vacina. A cidade registra, aproximadamente, 400 doses em estoque, distribuídas entre os postos de vacinação, e aguarda o envio de mais imunizantes por parte do estado.
Em Bertioga, a Secretaria de Saúde afirmou que, em razão de o Governo do Estado usar dados demográficos do último censo do IBGE, de 2010, como referência para o envio das doses ao município, o quantitativo recebido tem sido insuficiente para atender à demanda.
A prefeitura relata que recebeu apenas 310 doses para a vacinação de pessoas com 68 anos, que aconteceu na terça-feira. A pasta acrescenta que aguarda o envio de novas doses pelo estado, para seguir a imunização em Bertioga. No momento, a cidade segue aplicando apenas a segunda dose em idosos acima de 75 anos.
Estado
Em nota, a Secretaria de Saúde do Estado afirma que a campanha de vacinação contra a Covid-19 tem como referência o número de pessoas imunizadas contra a gripe em 2020, indicado pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI). Assim, o Ministério da Saúde utiliza estes dados para envio aos estados, e o mesmo ocorre em São Paulo para redistribuição às prefeituras.
A pasta ainda afirma que tem enviado as doses de forma equânime para vacinação dos públicos-alvo a todos os municípios, e os dados são disponibilizados no site ‘Vacina Já’, que aponta os seguintes números registrados até a noite desta quarta:
Distribuição de doses por município
Praia Grande – 53.291
São Vicente – 56.666
Peruíbe – 13.078
Itanhaém – 20.085
Bertioga – 7.529
Doses totais aplicadas por município
Praia Grande – 50.450
São Vicente – 48.917
Peruíbe – 11.414
Itanhaém – 18.790
Bertioga – 7.018
Outros municípios
Em Cubatão, a vacinação segue normalmente, imunizando, atualmente, pessoas com 68 anos. As outras faixas etárias (69 anos ou mais) e os trabalhadores do serviço particular de saúde também podem se imunizar.
A Prefeitura de Guarujá informa que não paralisou a vacinação. A aplicação continua nos dois postos: no Ginásio Guaibê, com funcionamento das 8h às 16h para quem preferir ser vacinado dentro do espaço, e das 9h às 15h no sistema drive-thru, de segunda a sexta-feira; e no posto volante montado na Coordenadoria da GCM, no Distrito de Vicente de Carvalho (Rua Cunhambebe, 500, Jardim Cunhambebe), das 8h às 14h, também nos dias úteis, apenas com sala de vacinas.
Mongaguá também segue imunizando. Nesta quarta-feira, as equipes vacinaram os públicos-alvo de 75 a 79 anos. De acordo com o DRS, o município receberá mais 530 doses ainda nesta semana, que deverão ser destinadas aos profissionais da educação.
Em Santos, a vacinação também segue normalmente. Idosos com 75 anos ou mais, que tomaram a primeira dose da CoronaVac até 23 de março, e pessoas a partir de 68 anos que ainda não começaram a se imunizar contra a Covid-19 podem encontrar as vacinas nesta quinta e sexta-feira (9), nas 22 policlínicas, das 8h às 13h, e nos sete postos externos, das 8h às 16h.
VÍDEOS: G1 em 1 Minuto Santos

Compartilhar