Araraquara tem queda de 68% no número de usuários do transporte coletivo devido à pandemia

Compartilhar


Segundo levantamento da CTA, atualmente 11,7 mil passageiros utilizam os ônibus diariamente, enquanto, em 2019, esse número era de 37 mil. Araraquara tem queda de 68% no número de usuários do transporte coletivo devido à pandemia
Ana Marin/G1
Araraquara (SP) registrou uma redução de 68% na quantidade de passageiros que usam o transporte público, devido à pandemia de Covid-19, segundo um levantamento realizado pela Controladoria de Transporte de Araraquara (CTA).
Em 2019, 37 mil pessoas, em média, utilizavam diariamente as 39 linhas disponíveis, sendo 30 delas operadas pelo Consórcio Araraquara de Transportes (CAT) e nove pela Viação Paraty Ltda. Nesta operação, ocorriam 1.171 partidas diárias que transportavam 1,1 milhão de passageiros por mês.
Atualmente, o número de passageiros que utilizam os ônibus diariamente caiu para 11,7 mil, uma queda de 68%, enquanto a quantidade de linhas foi reduzida para 30, sendo 24 delas operadas pelo CAT e seis pela Viação Paraty Ltda. Nas operações atuais, ocorrem 612 viagens diárias (redução de 48%), e são transportados, por mês, 351.470 passageiros.
“Esta alteração foi possível com o realinhamento logístico das linhas, tomando algumas diametrais e outras radiais”, explicou o diretor-presidente da CTA, Nilson Carneiro, que elaborou o relatório a pedido da bancada do Patriota na Câmara.
Pandemia e transporte
Araraquara: cidade brasileira que viu casos desabarem após ‘lockdown de verdade’
Prefeitura de Araraquara via BBC
De acordo com Carneiro, essa significante redução tem relação com a pandemia do novo coronavírus. Isso porque a circulação de pessoas diminuiu, como durante as fases mais restritivas de Araraquara, a exemplo do período de 10 dias de confinamento, decretado pelo prefeito Edinho Silva (PT) em fevereiro.
Sendo a primeira cidade do estado de São Paulo a proibir a circulação de pessoas – a não ser para ir trabalhar ou buscar atendimento médico – Araraquara fechou serviços essenciais, como supermercados e postos de gasolina, suspendendo a circulação do transporte público e fiscalizando quem saísse de casa.
A medida restritiva fez com que a cidade, de 240 mil habitantes, tivesse queda de casos e mortes pela doença. Em março, Araraquara teve 2.780 casos, redução de 33,8% em relação a fevereiro, quando foram registrados 4.218.
Na quarta-feira (7), após 48h sem óbitos, o município registrou quatro mortes por Covid-19. Araraquara soma 339 óbitos pela Covid e 17.800 casos de infecção desde o começo da pandemia.
Reveja as reportagens do Bom Dia Cidade desta quinta-feira:
*Com informações do site A Cidade ON/Araraquara.
Veja mais notícias da região no G1 São Carlos e Araraquara.

Compartilhar

Deixe uma resposta