Programa ‘Trata Óleo’ faz coleta em ecopontos para evitar descarte inadequado em Jaú

Compartilhar


Inciativa é da concessionária responsável pelo tratamento de água e esgoto da cidade. A cada quatro litros de óleo levado para coleta, a pessoa ganha um óleo de cozinha novo em troca. Projeto visa o descarte correto do óleo em Jaú
Samy Ferreira e Roberto Pratti/ TV Gazeta
O programa de descarte de óleo de cozinha “Trata Óleo” foi lançado em Jaú lançado neste mês de março para fazer a coleta do material levado pela população e destiná-lo à geração de biodiesel.
A inciativa da concessionária responsável pelo tratamento de água e esgoto da cidade com apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente tem o objetivo de evitar o descarte inadequado do óleo de fritura, que provoca degradação ambiental e pode causar entupimento do esgoto.
Além disso, quando descartado no solo, ele impermeabiliza a terra e contribui para a ocorrência de enchentes, além de contaminar as águas subterrâneas e os mananciais, conforme informa a concessionária.
Segundo a gestora do programa ambiental, Mariana Negrão Burin, a cada quatro litros entregues nos postos de coleta do programa, a pessoa ganha um litro de óleo de cozinha novo.
Alguns ecopontos da cidade estão sendo usados para a ação, além de condomínios residenciais onde há recipientes apropriados para a coleta. Confira o endereço dos ecopontos:
CRAS do distrito de Potunduva: Rua Santa Catarina, 220, Jardim Concorde
CRAS do Jardim Pedro Ometto: Avenida José Maria de Almeida Prado, 573
CRAS do Jardim Cila de Lúcio Bauab: Rua Luís Sanzovo, 491
Secretaria de Meio Ambiente: Rua Edgard Ferraz, 619, Centro (próximo à prefeitura)
Loja de atendimento ao cliente da Águas de Jahu: Rua Saldanha Marinho, 310, Vila Nova.
Como armazenar o óleo
É preciso esperar o óleo esfriar e, em seguida, colocá-lo em garrafas plásticas, de preferência transparentes, usando um funil. Depois de fechar a tampa com cuidado, basta guardar a garrafa com óleo em um local protegido e arejado, longe do sol e do calor. Quando a garrafa estiver cheia, é só levá-la a um dos ecopontos de coleta.
Veja mais notícias do G1 Bauru e Marília
VÍDEOS: Assista às reportagens do centro-oeste paulista

Compartilhar

Deixe uma resposta