Fiscalizações resultam em interdições, multas e autuações por desrespeito à quarentena no Alto Tietê durante o feriado

6 de abril de 2021 0 Por
Compartilhar


Pelo menos quatro cidades registraram ocorrências relacionadas a aglomerações e ao desrespeito às regras em vigor. Ações ocorreram em Mogi, Suzano, Poá e Ferraz de Vasconcelos. Suzano promoveu ações de fiscalização no fim de semana
Irineu Junior/Secop Suzano
Pelo menos quatro cidades do Alto Tietê promoveram ações de fiscalização durante o feriado prolongado de Páscoa, que resultaram em interdições, multas e autuações, entre outras medidas. As ocorrências estão relacionadas a aglomerações e ao desrespeito às regras vigentes da quarentena.
Vale lembrar que, no momento, todo o estado se encontra na fase emergencial do Plano São Paulo, como forma de tentar diminuir o avanço da Covid-19. A fase emergencial permanecerá em vigor pelo menos até 11 de abril.
Em Mogi das Cruzes, por exemplo, a Prefeitura informou que foram nove autuações a estabelecimentos que descumpriram as normas da quarentena, além de 19 ocorrências de aglomerações evitadas entre a noite de quinta-feira (1) e domingo (4). Mogi se encontra na fase crítica, que tem regras mais rígidas em relação à fase emergencial do Governo do Estado.
Em Suzano, foram realizadas vistorias em 26 locais, entre sexta-feira e sábado, sendo que 11 dos estabelecimentos vistoriados foram fechados, como bares, adegas e tabacaria. Houve também a aplicação de autos de infração, notificações e orientações.
Poá informou que, ao longo do feriado, atendeu sete denúncias de aglomeração, a maioria relacionada a festas clandestinas e fluxos de rua. Além disso, o município registrou quatro notificações, nove multas e três autuações por falta do uso de máscara.
Em Ferraz de Vasconcelos, a Prefeitura disse que 155 estabelecimentos foram fiscalizados, com pelo menos 15 notificações e uma interdição cautelar. Abaixo, veja os detalhes das ações promovidas por esses municípios.
Alto Tietê registra mais 64 mortes e 1,2 mil novos casos da Covid-19
Mogi das Cruzes
Em Mogi, a Prefeitura realizou ações durante o feriado prolongado da Páscoa, que resultaram em nove autuações a estabelecimentos que descumpriram as normas da quarentena, além de 19 ocorrências de aglomerações evitadas, entre a noite de quinta-feira (1º) e o domingo (4).
Segundo o município, das nove autuações registradas, três foram por desrespeito às regras da quarentena, cinco por pancadão e uma por utilização de linha com cerol. Os registros aconteceram nos bairros Botujuru, Brás Cubas, César de Sousa, Chácara Guanabara, Parque Olímpico e Vila Mogilar.
Parque Olímpico foi um dos locais fiscalizados em Mogi das Cruzes
Divulgação/PMMC
Em relação às ocorrências para evitar aglomerações, a Guarda Municipal atuou em 19: foram oito ações na sexta-feira, duas no sábado e nove no domingo, envolvendo locais como o Parque Olímpico, o Parque Botyra Camorim Gatti, o Jardim Rodeio, a Praça Deputado Paulo Kobayashi e o distrito de Jundiapeba.
A Prefeitura de Mogi disse ainda que registrou 23 notificações a estabelecimentos e 11 orientações. Ao longo do feriado, a Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp), que atende pelo telefone 153, recebeu 768 chamados, sendo que 166 eram improcedentes.
Mogi das Cruzes também realizou barreiras sanitárias na sexta-feira e no sábado, na Avenida Lourenço de Souza Franco, em Jundiapeba, próximo ao limite com Suzano. Nesses dois dias, foram orientados mais de 3,3 mil veículos.
Mogi bate novo recorde e número de mortes pela Covid-19 sobe 127% em uma semana
Suzano
Em Suzano, foram realizadas vistorias em 26 locais nas noites de sexta-feira e sábado. Os agentes passaram em bares, adegas, tabacarias, farmácias, restaurantes, pizzarias, chácaras e residências.
Dos 26 locais vistoriados, 11 estabelecimentos foram fechados (oito bares, duas adegas e uma tabacaria), cinco foram notificados (quatro bares e uma pizzaria), dois tiveram orientação (uma adega e uma pizzaria) e três receberam autos de infração (duas farmácias que não cumpriam protocolos sanitários e não tinham farmacêutico no momento e um restaurante por atender ao público presencialmente).
A Prefeitura informou ainda que as denúncias de aglomeração referentes a cinco endereços de chácaras e residências não foram confirmadas e, por isso, não resultaram em alguma medida.
Participaram da fiscalização equipes da Vigilância Sanitária, do Departamento de Fiscalização de Posturas e da Guarda Civil Municipal, com apoio da Polícia Militar.
As ações ocorreram na área central e em mais 16 bairros: Jardim Bela Vista, Jardim Monte Cristo, Jardim Novo Colorado, Jardim Cacique, Parque Santa Rosa, Jardim Suzanópolis, Jardim Quaresmeira, Vila Maria de Maggi, Vila Maluf, Jardim Revista, Cidade Miguel Badra, Cidade Boa Vista, Jardim São José, Jardim Santa Rita, Chácaras Duchen e Jardim Amazonas.
Poá
Em Poá, foram realizadas ações de fiscalização entre quinta-feira e domingo, pelo Departamento de Fiscalização de Posturas da Prefeitura, em parceria com o Departamento de Vigilância em Saúde e a Guarda Civil Municipal, com apoio da Polícia Militar.
Vigilância Sanitária de Poá fiscalizou estabelecimentos no feriado
Divulgação/Prefeitura de Poá
Segundo o Departamento de Fiscalização, nos quatro dias foram atendidas sete denúncias, sendo a maioria relacionada a festas clandestinas e fluxos de rua.
Além disso, houve quatro notificações e nove multas aplicadas, bem como três autuações por falta de uso de máscara, dentro de comércio já autuado.
Ferraz de Vasconcelos
A Prefeitura de Ferraz informou que, no fim de semana, quatro estabelecimentos foram denunciados por promoção de aglomeração, sendo que uma dessas denúncias procedia. Segundo o município, foi realizada uma interdição por desrespeito às regras da quarentena.
A Prefeitura disse ainda que 155 estabelecimentos foram fiscalizados. Foram notificados pelo menos 15 estabelecimentos, sendo que foi promovida uma interdição cautelar.
Assista a mais notícias do Alto Tietê

Compartilhar