Família diz que recém-nascida com suspeita de Covid-19 aguarda leito de UTI em Ribeirão Preto

3 de abril de 2021 0 Por
Compartilhar


Avó diz que Serena, de 29 dias, está na fila da regulação por vaga. Menina tem bronquiolite e espera resultado de teste para coronavírus. Prefeitura diz que pacientes são assistidos até transferência. Recém-nascida está na UPA Oeste de Ribeirão Preto esperando por vaga em hospital
A família de uma recém-nascida com suspeita de Covid-19 diz aguardar por uma vaga de unidade de terapia intensiva (UTI) neonatal na rede pública de Ribeirão Preto (SP).
Serena, de 29 dias, está internada na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Oeste, no bairro Sumarezinho.
A avó dela, Edivane Santos Andrade, diz que Serena foi diagnosticada com bronquiolite, mas os médicos suspeitam que ela tenha sido infectada pelo novo coronavírus. A criança respira com ajuda de aparelhos.
Recém-nascida com suspeita de Covid-19 aguarda vaga de UTI em Ribeirão Preto, diz família
Arquivo pessoal
“Ela está com suspeita de Covid, fez os exames, mas não teve a confirmação ainda, e com bronquiolite. Ela está com a respiração bem ofegante. Eles [médicos] estão querendo intubar ela aqui porque não estão achando vaga em um hospital neonatal”, afirma Edivane.
De acordo com a avó, a criança está na UPA desde segunda-feira (29). Hoje, o Hospital das Clínicas (HC), unidade de referência na região, tem duas vagas de UTI neonatal para tratamento de Covid-19, sendo que uma está ocupada, de acordo com dados divulgados pela direção.
“Ontem tinha saído a vaga, mas disseram que a vaga não seria para ela, que era para outra criança. Ela se encontra muito mal, muito mal mesmo”, afirma a avó.
Procurada, a Secretaria Municipal da Saúde informou que o sistema de saúde da cidade está em situação de pré-colapso e que os pacientes moderados e graves recebem todas as medidas necessárias e adequadas nos postos de saúde até que sejam transferidos para os hospitais.
Já a Secretaria Estadual de Saúde disse que a regulação depende da disponibilidade de leitos e de condição clínica adequada para que o paciente seja deslocado com segurança até o hospital de destino.
Neta buscou primeiro atendimento para a avó, Conceição Angelotti, na UPA Oeste em Ribeirão Preto, SP
Sergio Oliveira/EPTV
Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca
Vídeos: Tudo sobre Ribeirão Preto, Franca e região

Compartilhar