Com filas de até 4h, barreira sanitária em São Sebastião identifica 84 turistas com Covid

3 de abril de 2021 0 Por
Compartilhar


Ao todo foram testados 2,2 mil visitantes em uma semana de fiscalização. Bloqueio na costa sul encerrou na sexta-feira (2) e balanço foi divulgado neste sábado (3) pela prefeitura. Ações seguem nas praias para evitar aglomerações. Guarda Municipal faz fiscalização em São Sebastião
A barreira sanitária realizada na costa sul de São Sebastião, no Litoral Norte paulista, identificou 84 turistas infectados com Covid-19 até o término da ação na sexta-feira (2). O balanço da fiscalização foi divulgado neste sábado (3) pela prefeitura, que adotou a medida para barrar visitantes infectados pelo coronavírus durante o período de feriado estendido na capital.
Veja restrições adotadas por cidades do Litoral Norte após São Paulo antecipar feriados
Com filas de veículos de até 4h para testagem no posto montado na Rio-Santos, foram testados 2,2 mil visitantes. Os que tiveram o teste de IgM positivo para coronavírus, que identifica os infectados que seguem em período de transmissão da doença, tiveram que retornar para a cidade de origem. Os que tinham o teste de IgG positivo eram orientados, mas podiam entrar na cidade.
Em uma semana de fiscalização, houve registro de discussão de turistas com as equipes que atuavam no local e uma turista de Campinas (SP) foi perseguida pela Guarda Civil Municipal por furar o bloqueio sanitário após testar positivo para Covid.
De acordo com a prefeitura, com o fim da barreira sanitária, limite entre São Sebastião e Bertioga, equipes seguirão na fiscalização para coibir aglomerações nas praias, principalmente na costa sul. Nesta sexta-feira, um luau que seria realizado com cerca de 50 participantes foi frustrado pela GCM em uma praia.
A prefeitura também registrou vandalismo em tapumes colocados para barrar o acesso às praias. Durante a semana foram reinstaladas 50 barreiras destruídas. Uma pessoa responsável por vandalizar uma barreira na Barra do Una foi identificada pela guarda.
Com filas de até 4h, barreira sanitária em São Sebastião identifica 84 turistas com Covid
João Mota/ TV Vanguarda
Com filas de até 4h, barreira sanitária em São Sebastião identifica 84 turistas com Covid
João Mota/ TV Vanguarda
Casos e ocupação
São Sebastião foi a primeira cidade do Litoral Norte a anunciar colapso na rede de saúde. O anúncio foi feito após o anúncio de fase emergencial, quando a cidade passou cerca de uma semana com a UTI em capacidade máxima.
Segundo a prefeitura, neste sábado a cidade tem 40% de ocupação de leitos, mas permanece no limite de estoque de medicamentos para realizar Intubação e não está mais recebendo novos pacientes.
De acordo com a administração municipal, 20 pacientes já foram transferidos para o Hospital Regional do Litoral Norte. Segundo boletim epidemiológico mais recente até a publicação da reportagem, a cidade registrou 7.405 casos positivos da doença e 103 mortes.
Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região bragantina

Compartilhar