A um mês do fim do prazo, região de Piracicaba entrega 34,7% das declarações do IRPF previstas

3 de abril de 2021 0 Por
Compartilhar


Contribuintes têm até 30 de abril para preencher e enviar os formulários do Imposto de Renda à Receita Federal, mas 65% da região ainda não fez a declaração. Receita prevê 290 mil declarações do IR na região de Piracicaba
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
A um mês do fim do prazo para entrega do Imposto de Renda da Pessoa Física 2021, mais da metade dos contribuintes da região de Piracicaba (SP) ainda não entregou. Foram 100.736 declarações emitidas até dia 31 de março nas 18 cidades da área de cobertura do G1 Piracicaba.
A Receita Federal espera receber 290.222 declarações do IRPF de contribuintes da região. O dado de previsão de entrega de declarações em 2021 é semelhante à entrega efetiva de 2020, com possibilidade de variação de 2% para mais ou 2% para menos, informou a Receita.
Com essa expectativa, foram entregues 34,7% das declarações previstas. Os outros 189.486 contribuintes têm mais 30 dias para preencher e enviar o Imposto de Renda à Receita Federal.
SAIBA TUDO SOBRE O IMPOSTO DE RENDA 2021
O prazo para envio dos dados começou em 1º de março. Quem é obrigado a declarar e não o fizer, ou enviar a declaração fora do prazo, terá que pagar multa de, no mínimo, R$ 165,74, e máximo de correspondente a 20% do imposto devido. Ao longo da reportagem, confira quem precisa declarar.
Restituições
As restituições começam a ser pagas em maio, de acordo com o cronograma abaixo:
1º lote – 31 de maio
2º lote – 30 de junho
3º lote – 30 de julho
4º lote – 31 de agosto
5º lote – 30 de setembro
Quem precisa declarar em 2021?
quem recebeu rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70;
contribuintes que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil em 2020;
quem obteve, em qualquer mês de 2020, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência do Imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
quem obteve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em atividade rural;
quem pretende compensar, no ano-calendário de 2020 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2020;
quem tinha, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;
quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês e nessa condição encontrava-se em 31 de dezembro;
quem optou pela isenção do Imposto sobre a Renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, caso o produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no País, no prazo de 180 dias, contado da celebração do contrato de venda;
quem recebeu Auxílio Emergencial em 2020, em qualquer valor, e outros rendimentos tributáveis em valor anual superior a R$ 22.847,76.
Como declarar
Pelo computador:
Do computador, o contribuinte pode baixar os programas do Windows, Multiplataforma (zip) e Outros (Mac, Linux, Solaris). O programa estará disponível no próprio site da Receita Federal (clique aqui para acessar).
Pelo celular:
Para os celulares, os programas estão disponíveis para Android e IOS, no Meu Imposto de Renda. Essa opção não pode ser usada, entre outros, por contribuintes que tenham recebido rendimento:
tributável ou não, superior a R$ 5 milhões em 2020;
do exterior;
relativo a recuperação da parcela isenta da atividade rural;
ou correspondente a lucro em venda de imóvel residencial para aquisição de outro imóvel.
Preenchimento on-line:
A declaração também pode ser feita online, na página ‘Meu Imposto de Renda’, acessando o portal e-Cac (clique aqui para acessar).
Região de Piracicaba: fique por dentro do que acontece nas cidades
Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba

Compartilhar