Baixada Santista registra 435 novos casos e 21 mortes por Covid-19; Santos tem 91% de ocupação em UTIs

Compartilhar


Região contabiliza 113.771 confirmações e 3.809 mortes causadas pela doença nesta quinta-feira (1º). Baixada Santista registra 435 novos casos e 21 mortes por Covid-19; Santos tem 91% de ocupação em UTIs
Stephane Mahe/Reuters
A Baixada Santista, no litoral de São Paulo, registrou 435 novos casos de Covid-19 nesta quinta-feira (1º). Segundo os boletins epidemiológicos, as cidades também somaram 21 mortes causadas pela doença no período de 24 horas. Em Santos, as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) voltaram à ocupação de 91%.
A região contabiliza 113.771 confirmações e 3.809 mortes por Covid-19. São 3.981 casos suspeitos, 136 óbitos sob investigação e 99.050 pacientes recuperados. A Baixada Santista registrou aumento no número de internações, passando de 930 para 937, sete a mais no período de um dia.
Mortes e casos de Covid nas cidades da Baixada Santista
Medidas mais restritivas entram em vigor na Baixada Santista; confira as regras
Santos é a cidade com o maior número de internações, apesar disso, apresentou queda nesta quinta, passando de 688 para 674 pessoas hospitalizadas no município. Por outro lado, houve aumento no número de internados em UTIs na cidade. A taxa geral de ocupação dos 844 leitos de Covid-19 disponíveis está em 80%. Entre os 408 leitos de UTI, a ocupação é de 91%. Na rede SUS, a taxa é de 88%, e na rede privada, 93%.
Os nove municípios registraram novas confirmações da doença. Santos, Praia Grande, São Vicente, Peruíbe, Itanhaém e Bertioga registraram novas mortes causadas pela Covid-19, 21 ao todo. Ainda foram contabilizados 625 novos pacientes recuperados, ultrapassando a marca de 99 mil altas.
Confira os casos na Baixada Santista
* O número de internados em Cubatão é referente apenas a pacientes de UTI, conforme é repassado pela prefeitura.

Compartilhar

Deixe uma resposta