Polícia Civil prende homem acusado de matar a própria esposa com ferro de passar roupa

Compartilhar

Crime ocorreu em maio de 2020. O acusado foi preso nesta quarta-feira (31), em Cotia, na Grande São Paulo. A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira (31) um homem que estava sendo procurado pela Justiça por feminicídio. Ele foi preso em Cotia, na Grande São Paulo.
A professora de 28 anos foi agredida até a morte com um ferro de passar roupa em maio de 2020 pelo próprio marido. O casal estava junto havia 12 anos. A vítima teria descoberto que o marido tinha engravidado uma amante. Ela decidiu terminar o relacionamento, os dois discutiram, e ele agrediu a esposa até a morte.
Após o crime, o homem fugiu e mandou um áudio para a família da vítima contando sobre o crime.
Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), policiais civis da 6ª Delegacia da Divisão de Investigações Sobre Crimes Contra o Patrimônio, do Deic, estavam em diligência quando foram informados sobre a localização do procurado.
Vídeos: Tudo sobre São Paulo e região Metropolitana

Compartilhar

Deixe uma resposta