Condesb afirma que não prorrogará período de medidas mais restritivas na Baixada Santista

Compartilhar


Algumas medidas ainda continuarão em vigor, mas a maioria das regras definidas como ‘lockdown’ pelos prefeitos só seguirá até 4 de abril, conforme determinado inicialmente. Baixada Santista seguirá período definido como ‘lockdown’ pelo Condesb até 4 de abril
Anderson Bianchi/Prefeitura de Santos
Os prefeitos das nove cidades da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, definiram nesta quarta-feira (31) que não estenderão o período de medidas mais restritivas, definido como ‘lockdown’ pelos municípios, em vigor desde 23 de março para controlar a pandemia de Covid-19. Com isso, as regras só valerão até 4 de abril, e depois a região volta a seguir as determinações da fase emergencial do Plano SP.
O anúncio foi feito pelo prefeito de Santos e presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista (Condesb), Rogério Santos (PSDB), durante videoconferência realizada com a Câmara Municipal de Santos.
De acordo com Rogério Santos, em reunião com os demais prefeitos, ficou decidido que, apesar do fim do ‘lockdown’, serão mantidas as restrições de não abertura de escolas, incluindo nas redes de ensino particular, e segue proibido o aluguel de imóveis de temporada.
Além disso, mercados e padarias continuarão funcionando com atendimento presencial até às 20h, e somente para venda de produtos de alimentação e higiene. Porém, ainda será avaliado se esses estabelecimentos poderão voltar a abrir aos fins de semana a partir de 5 de abril. Assim como os prefeitos também decidirão se os ônibus voltarão a circular sábado e domingo.
Na última sexta-feira (26), o Governo de São Paulo prorrogou a fase emergencial, que prevê regras mais rígidas do que a fase vermelha da quarentena, até 11 de abril. A medida entrou em vigor em 15 de março, e pela previsão inicial, deveria permanecer até o dia 30. Entretanto, por conta da explosão de casos e do colapso no sistema de saúde, a gestão estadual decidiu ampliar o período das restrições.
Nesta fase, está proibido o uso de praias e parques, portanto, as praias seguem fechadas na Baixada Santista. Com relação às outras medidas, o prefeito explicou que ficou definido que as barreiras serão ainda mais restritivas. Feirantes poderão retornar ao trabalho, mas deverão seguir protocolos mais rígidos. O drive-thru nos estabelecimentos estará liberado até às 20h depois do dia 4 de abril, e o serviço de delivery poderá funcionar até meia-noite.
VÍDEOS: G1 em 1 Minuto Santos

Compartilhar

Deixe uma resposta