BCN 

Cidades do Alto Tietê seguem reservando vacinas contra Covid-19 para segunda dose

Compartilhar


De cinco cidades, apenas Mogi das Cruzes ainda está vacinando pessoas pela primeira vez contra a doença; nos outros municípios doses se esgotaram. O Ministério da Saúde mudou a orientação e, agora, diz que os municípios poderão aplicar toda a reserva que possuem. Avião com 2 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca chega ao Brasil
As cidades do Alto Tietê seguem reservando vacinas para que os já imunizados tenham acesso à segunda dose. Entre cinco municípios que responderam aos questionamentos do G1, apenas Mogi das Cruzes ainda tem estoque para a primeira dose. Os outros seguem aplicando apenas a segunda vacina.
Na última semana, o Ministério da Saúde mudou a orientação e, agora, diz que os municípios poderão aplicar toda a reserva que possuem. Mas, os municípios da Grande São Paulo afirmaram que vão seguir reservando a segunda dose. A coordenação estadual da vacinação disse que até pode usar a reserva para acelerar a campanha, mas só se o governo federal autorizar por escrito.
Cidades do Alto Tietê esperam receber nova remessa de doses da Coronavac.
Breno Esaki/Agência Saúde DF
O Butantan afirmou que vai entregar 1,2 milhão de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde nesta terça-feira (23).
Além disso, um avião com 2 milhões de doses da vacina de Oxford chegou ao Brasil nesta terça.
Os municípios que responderam aos questionamentos do G1 foram Arujá, Itaquaquecetuba, Poá e Suzano.
Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Salesópolis e Santa Isabel não enviaram informações.
Veja a situação por município:
Arujá
A cidade de Arujá está sem a vacina para aplicar a 1ª dose. Ainda assim, até a tarde desta segunda-feira não havia definição se o quantitativo de imunizante que o município ainda tem para aplicar a segunda dose seria revertido para continuar a vacinação daqueles que ainda não receberam nem mesmo a primeira dose. Nesta terça-feira (23), a cidade ainda tinha cerca de 235 doses.
Itaquaquecetuba
Itaquaquecetuba informou que a vacinação na cidade não foi interrompida. “O município segue com o seu planejamento. Não há autorização de mudança no uso das doses que já haviam sido entregues. O estoque é de pouco mais de 800 vacinas”, destacou a nota enviada ao G1.
Mogi das Cruzes
A cidade ainda tem imunizante exclusivamente para a primeira dose. Por isso, por enquanto não utilizará a reserva da segunda dose. As doses para segunda dose já estão sendo utilizadas por conta dos aprazamentos
Mogi recebeu 5.240 doses para segunda dose de profissionais em linha de frente que estão sendo imunizados desde a semana passada. Deste total, 2.383 já constam com aplicação da segunda dose, mas os lotes estão distribuídos aos hospitais e pronto atendimentos que possuem trabalhadores da linha de frente Covid-19 na cidade.
Poá
Em Poá não há mais vacina disponível para a primeira dose, que foi aplicada até a última sexta-feira. Atualmente a cidade está na faixa etária de a partir de 80 anos.
A Vigilância em Saúde de Poá informa que não utilizará as 687 doses direcionadas como 2ª para a 1ª dose, porque segue o estipulado no cronograma do Governo do Estado.
Suzano
A Secretaria de Saúde de Suzano informou que, até o fim da manhã de segunda-feira, Suzano ainda tinha disponíveis 28 doses da CoronaVac, a vacina do Instituto Butantan. Todas elas estão sendo utilizadas agora nas pessoas que já receberam a primeira aplicação, mais especificamente em profissionais do setor.
Assista a mais notícias do Alto Tietê

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta