BCN 

Bombeiros retomam buscas por cinco desaparecidos atingidos por cabeça d’água no litoral de SP

Compartilhar


Buscas foram retomadas nas cidades de Cubatão, Praia Grande e Bertioga na manhã desta terça-feira (23). Botes percorrem margens do Rio Perequê em Cubatão, SP
Vanessa Medeiros/ TV Tribuna
Bombeiros retomaram as buscasm, nesta terça-feira (23), por cinco pessoas que desapareceram em cachoeiras e rios no litoral de São Paulo, após a formação de cabeças d’água no último domingo (21). Equipes procuram por vítimas nas cidades de Cubatão, Praia Grande e Bertioga, que teriam sido levadas pela correnteza após forte chuvas atingirem a região.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, há 12 viaturas nos três municípios e 28 bombeiros mobilizados no terceiro dia de buscas pelos desaparecidos. Cubatão conta com 13 agentes e seis viaturas, Bertioga com nove bombeiros e três carros e Praia Grande seis agentes e três veículos.
Os bombeiros utilizam botes para encontrar as vítimas. Em Cubatão, uma equipe percorre as margens do Rio Perequê, localizado no Parque Ecológico Perequê, a procura de um casal que desapareceu no domingo. Jussara Xavier Raimundo e Florisvaldo Neto Xavier são moradores de São Vicente e foram surpreendidos por uma cabeça d’água, por volta de 15h20. Ela tentou salvar o marido se afogava e ambos desapareceram.
As buscas pelo casal foram retomadas, nesta terça-feira, embaixo da Rodovia Cônego Domênico Rangoni. Os bombeiros também estudam o Rio a fim de saber para qual direção as vítimas podem ter sido levadas.
Buscas continuam em Cubatão, SP, onde casal desapareceu
Reprodução/ TV Tribuna
Cachoeiras
Já em Bertioga, a corporação foi acionada no domingo, por volta das 15h45, para resgatar um casal de turistas, moradores de São Paulo. Eles atravessavam a Cachoeira Véu da Noiva, localizada próximo à uma trilha do elefante, às margens da rodovia Mogi-Bertioga. A cabeça d’água atingiu o local e eles foram levados pela correnteza. Segundo apurado pela reportagem, eles estavam acompanhados de um grupo que conseguiu retornar à rodovia.
Em Praia Grande, Marcos Henrique Nere Passos, de 23 anos, desapareceu na Cachoeira do Melvi, no bairro Jardim Guaraiuva, também no domingo. O morador estava acompanhado de três pessoas e o grupo foi surpreendido por um grande volume de água que desceu pela cabeceira do rio. Um vídeo registra o momento que o rapaz é arrastado pela cabeça d’água (assista abaixo).
Grande volume de água atingiu a Cachoeira do Melvi, em Praia Grande, SP
Reprodução
As buscas foram retomadas nas duas cachoeiras, na manhã desta terça-feira. Os bombeiros já desceram 15 km nas cachoeiras de Praia Grande e Bertioga em busca das vítimas. Há ainda um Helicóptero Águia, da Polícia Militar, em cada um dos três municípios, sobrevoando as áreas das buscas.
Cabeça d’água
Vídeo registra momento em que jovem é arrastado por cabeça d’água em cachoeira
Segundo a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDEC/SP), a cabeça d’água é o fenômeno de aumento rápido e repentino da água em cachoeiras, rios e lagos, devido às chuvas intensas nas cabeceiras ou em trechos mais altos do curso d’água, o que representa um grande perigo.
As pessoas devem evitar frequentar esses lugares em períodos chuvosos. A presença de folhas, o aumento do volume do som de cascata e a mudança da cor da água são alguns dos indicativos do fenômeno. Ao notar a presença de qualquer um desses sinais, deve-se sair imediatamente da água.
VÍDEOS: Confira os destaques da região no G1 em 1 Minuto Santos

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta