BCN 

Nº de mortes por acidentes de trânsito cresce 37,5% em janeiro na região de Piracicaba

Compartilhar


Dados são do Infosiga, que aponta que foram 11 óbitos no primeiro mês deste ano, enquanto em janeiro de 2020 foram oito; maioria das vítimas são homens de 18 a 24 anos. Trânsito em área comercial de Piracicaba
Ronaldo de Oliveira/ EPTV
O número de mortes por acidente de trânsito na região de Piracicaba (SP) teve um aumento de 37,5% em janeiro de 2021 na comparação com o mesmo mês de 2020. O dado é do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga-SP).
De acordo com as estatísticas, o total de mortes por acidentes nas 18 cidades de área de cobertura do G1 Piracicaba subiu de 8 para 11. Veja o número por cidade na tabela abaixo.
Óbitos por acidente de trânsito na região de Piracicaba
Perfil das vítimas
Ainda conforme o Infosiga, 84,21% das vítimas fatais de acidentes de trânsito em janeiro dos dois anos eram homens, enquanto 15,79% eram mulheres.
A faixa etária com mais vítimas é de jovens entre 18 e 24 anos, com quatro mortes, enquanto a de 30 a 34 anos e 40 a 44 anos teve três óbitos cada.
A maioria (57,89%) dirigia algum veículo, enquanto 31,58% eram pedestres e 10,53% eram passageiros.
Mortes em rodovia
O G1 noticiou uma batida entre um caminhão e um micro-ônibus, que deixou uma vítima fatal na Rodovia Fausto Santomauro (SP-127), em Piracicaba, em 11 de janeiro. A vítima era o motorista do micro-ônibus. O veículo levava pacientes para Pirassununga (SP).
Acidente entre ônibus e caminhão deixou um morto
Edijan Del Santo/EPTV
Outro caso de repercussão foi de um homem de 33 anos morreu em um acidente de moto no dia 3 de janeiro na Rodovia Deputado Laércio Corte (SP-147), em Piracicaba. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas o homem morreu ainda no local do acidente.
Acidentes sem vítimas fatais
O Infosiga também contabiliza os acidentes de trânsito sem vítimas fatais. Na região de Piracicaba, foram 391 registros desse tipo tanto em janeiro de 2020 quanto de 2021.
Conforme a plataforma, a maioria das ocorrências são colisões e o dia e horário mais comum é a noite de sexta-feira e manhã de sábado. A maior parte dos acidentes sem vítimas fatais ocorre em vias municipais.
Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta