BCN 

Morre mulher trans que realizava cirurgia em clínica que pegou fogo em SP; marido diz que ela foi abandonada durante incêndio

Compartilhar


Lorena Muniz, de 25 anos, se recuperava de um procedimento estético quando o incêndio teve início. Ela foi internada em estado grave no Hospital das Clínicas por ter inalado fumaça e morreu na madrugada desta segunda (22), de acordo com o hospital. Lorena Muniz em foto publicada nas redes sociais
Reprodução/Instagram
Lorena Muniz, mulher trans de 25 anos, morreu na madrugada desta segunda-feira (22) no Hospital das Clínicas, na Zona Oeste de São Paulo. Ela tinha passado por uma cirurgia de implante de silicone em uma clínica no centro da capital paulista, onde ocorreu um incêndio na última quarta (17), e estava internada em estado grave no hospital.
Segundo Washington Barbosa, marido de Lorena, ela foi abandonada dentro de uma sala da clínica após o imóvel pegar fogo.
Lorena Muniz estava sedada para a realização de uma cirurgia de implante de silicone quando teve início o incêndio. Ainda de acordo com Barbosa, ela inalou fumaça e ficou inconsciente por sete minutos antes de ser retirada do local.
Lorena foi levada ao Hospital das Clínicas e teve a morte confirmada pelo hospital nesta segunda (22).
Em postagem nas redes sociais, Washington disse que o ar condicionado da clínica de estética pegou fogo e todos os funcionários saíram, deixando Lorena inconsciente em uma sala.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, três viaturas foram acionadas na quarta-feira (17) para conter um incêndio em um prédio comercial na Rua da Glória, no Centro de São Paulo.
Em nota, a corporação diz que “o incêndio se alastrou e a vítima, que estava dentro do local realizando um procedimento estético, foi socorrida ao hospital”.
O boletim de ocorrência do caso diz que uma equipe de uma agência de energia elétrica realizava uma manutenção na rua quando ocorreu uma explosão dentro da clínica, dando início ao incêndio.
A Secretaria de Segurança Pública alega que foi solicitada perícia no estabelecimento e também um exame de corpo de delito. O caso foi registrado como incêndio e lesão corporal culposa no 1º Distrito Policial (Sé), que investiga o caso por meio de um inquérito policial.
Um vídeo que circula nas redes sociais de ativistas mostra pacientes da clínica na calçada, relatando que um incêndio havia ocorrido e que ainda havia uma pessoa dentro do local.
Imagens de redes sociais mostram pacientes de clínica de estética no Centro de SP, onde ocorreu um incêndio nesta quarta-feira (17)
Reprodução/Instagram
Também em posts nas redes sociais, Washington disse que as equipes das parlamentares trans Erica Malunguinho (PSOL) e Erika Hilton (PSOL) se mobilizaram para ajudá-lo a ir para São Paulo acompanhar a esposa internada, já que os dois moram em Recife. Ele chegou à capital neste sábado (20).
Nas redes sociais, a clínica informa que está localizada em Taboão da Serra, na Grande São Paulo. No entanto, segundo a SSP, o incêndio ocorreu em um endereço comercial na Liberdade, região central da capital.
Procurada pelo G1, a clínica Paulino Plástica Segura não respondeu até a última atualização desta reportagem.
Washington Barbosa, marido de Lorena, fez desabafo em redes sociais sobre situação em clínica de SP
Reprodução/Instagram
Vídeos: Tudo sobre São Paulo e região Metropolitana

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta