BCN 

Filas, adaptação em postos e doses acabando: Piracicaba completa um mês do início da vacinação contra a Covid-19

Compartilhar


Primeira dose de um imunizante contra o vírus foi aplicada em 21 de janeiro em uma auxiliar de enfermagem. Até agora, 3,76% da população recebeu pelo menos uma dose de vacina. Vacina contra Covid-19 na Vigilância Epidemiológica de Piracicaba
Caroline Giantomaso/G1
Piracicaba (SP) chegou a um mês desde o início da vacinação contra a Covid-19. A primeira dose aplicada no município foi em 21 de janeiro, em uma auxiliar de enfermagem que atua na linha de frente do combate à pandemia.
Desde então foram várias estratégias de vacinação para os grupos incluídos nesta etapa. Até agora, o município iniciou a vacinação de profissionais de saúde, idosos acima de 85 anos e idosos moradores de instituições de longa permanência, os asilos.
Estoque chegando ao fim
Conforme informou a prefeitura na sexta-feira (19), a cidade tinha um estoque de 1,6 mil doses da vacina contra a Covid-19 destinada a idosos acima de 85 anos. Esse total seria suficiente para a vacinação na sexta e nesta segunda-feira (22).
De acordo com Moisés Taglietta, chefe da Vigilância Epidemiológica, a previsão de chegada de uma nova remessa da vacina em Piracicaba é para esta semana, então, por esse motivo, a expectativa é de que a vacinação não sofra interrupções.
VÍDEOS: veja o que é verdade ou mito sobre a vacinação
Neste sábado (20) e domingo (21), ao contrário dos últimos dois fins de semana, não houve nenhuma estratégia de vacinação.
Percentual de vacinados
Conforme os dados divulgados pelo Vacinômetro do Governo do Estado de São Paulo na sexta-feira, a cidade de Piracicaba vacinou 15.299 pessoas contra a Covid-19. O número representa 3,76% da população total da cidade, com base na estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Os dados da prefeitura apontam o percentual de vacinados em cada grupo, sendo: 909 (97,5%) dos idosos moradores de asilos, 1.439 (66,6%) idosos acima de 90 anos e 10.829 (88,32%) trabalhadores da área da saúde.
Devido à rotina de atualização no sistema Vacivida, podem ocorrer diferenças nos números apresentados pelos municípios e pelo estado.
Filas de carros para drive-thru de vacinação em Piracicaba
Reprodução/EPTV
Fila no drive-thru
Desde o início da vacinação contra a Covid-19, Piracicaba teve dois dias de vacinação em esquema drive-thru: 6 e 13 de fevereiro.
No primeiro dia houve uma grande procura, que gerou duas grandes filas que chegaram a 8 quilômetros, com uma espera de até 4 horas. Os veículos deram a volta em quarteirões da cidade, passando pelas avenidas Renato Wagner e Armando Salles de Oliveira, até chegar ao Shopping Piracicaba, local da imunização.
O segundo drive-thru concentrou apenas profissionais de saúde de algumas categorias, além de ter um reforço de efetivo, esquema especial no trânsito e uma tenda de pré-triagem para conferência de documentos. Com isso, a movimentação foi mais tranquila.
Aglomeração em postos
Devido a aglomerações durante o início da vacinação de idosos com 85 anos ou mais nos postos de saúde, os próprios moradores que aguardavam imunização se organizaram e criaram uma pré-senha para atendimento, na última semana.
Aglomeração em frente à UBS do Centro, em Piracicaba
Daniel Mafra/ EPTV
A distribuição de senhas pelo posto de saúde estava marcada para começar à tarde, mas desde a manhã já havia pessoas na fila. Idosos se juntavam na calçada para se proteger do sol.
Depois disso, a prefeitura decidiu ampliar de 5 para 12 os locais de vacinação, além de ter um sistema de agendamento dos idosos cadastrados no Programa Saúde da Família.
Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta