BCN 

Covid-19: Águas de Lindoia registra 5º óbito em lar de idosos e exclui cinco casos confirmados

Compartilhar


Após recontagem realizada pela Vigilância Sanitária, o asilo São Camilo de Lélis passou de 29 para 24 confirmações da doença; vítima mais recente é um homem de 74 anos. Ilustração feita pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos EUA, mostra a morfologia do novo coronavírus, conhecido cientificamente como 2019-nCoV
Alissa Eckert, MS; Dan Higgins, MAM/CDC/Handout via Reuters
Após uma revisão da Vigilância Sanitária, o Lar de Idosos São Camilo de Lélis, em Águas de Lindoia (SP), passou de 29 para 24 casos confirmados da Covid-19 na instituição. Além dos cinco casos que foram reclassificados, a prefeitura confirmou, nesta segunda-feira (22), o quinto óbito de residente pela doença.
De acordo com a administração municipal, a quinta morte aconteceu na noite da última sexta-feira (19). A vítima era um homem, de 74 anos, que estava internado no hospital local. A prefeitura não informou se ele tinha doenças preexistentes. Veja, abaixo, as informações dos óbitos.
30/01: Homem, de 79 anos;
07/02: Homem, de 84 anos;
13/02: Homem, de 90 anos;
17/02: Mulher, de 82 anos;
19/02: Homem, 74 anos.
Ao todo, a instituição de longa permanência contabiliza 24 infectados, sendo 18 idosos e seis funcionários. Não há internados e 19 pessoas estão recuperadas.
Surto de Covid-19
Em 29 de janeiro, a prefeitura informou que monitorava o lar de idosos após a confirmação do primeiro caso de coronavírus e 24 idosos apresentarem sintomas. Segundo a direção, residem na instituição, atualmente, 92 homens e mulheres.
Já no dia 14 de fevereiro, 33 moradores da casa de permanência que testaram negativo foram transferidos para um hotel na cidade, readequado pela prefeitura, para se manterem isolados. Segundo a administração municipal, os idosos permanecem no local.
Reclassificação no município
Segundo a prefeitura, a reclassificação da Vigilância Sanitária fez com que 24 casos registrados como positivos no boletim epidemiológico do município fossem descartados. O reajuste ocorreu porque os moradores receberam o diagnóstico apenas pelo exame clínico, mas, quando realizam o teste RT-PCR, o resultado foi negativo.
A cidade contabilizou, nesta segunda-feira (22), mais oito residentes positivados para o novo coronavírus, totalizando 748 casos confirmados e 12 mortes pela doença.
VÍDEOS: tudo sobre Campinas e região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta