BCN 

Bauruense que fundou Embraer, Ozires Silva recebe condecoração aeronáutica internacional

Compartilhar


Engenheiro é o primeiro brasileiro a receber a medalha Guggenheim, uma das mais significativas do campo aeronáutico no mundo; prêmio foi criado para reconhecer pessoas que tiveram conquistas notáveis na área. Ozires Silva
Divulgação/ Invoz
O engenheiro aeronáutico de Bauru (SP) Ozires Silva, fundador da Embraer, foi o primeiro brasileiro a receber uma das maiores condecorações aeronáuticas do mundo: a medalha Guggenheim.
A revelação ocorreu no último dia 18 em um comunicado do Instituto Americano de Aeronáutica e Astronáutica (AIAA, na sigla em inglês), responsável pela comenda.
Ozires Silva divulga vídeo sobre rescisão de acordo com Boeing
Segundo a Embraer, a medalha é uma das mais significativas condecorações internacionais de engenharia aeronáutica e foi criada em 1929 com o propósito de reconhecer pessoas que tiveram conquistas notáveis na área.
Na lista de personalidades reconhecidas anualmente, segundo a Embraer, estão pioneiros da aviação e profissionais que dedicaram suas vidas ao desenvolvimento aeronáutico ao longo da história, como William E. Boeing, Lawrence D. Bell, Leroy R. Grumman, Igor Sikorsky, Charles Lindbergh, James S. McDonnell, Marcel Dassault, entre outros.
Ozires Silva, de 90 anos, nasceu em Bauru e mudou-se para São José dos Campos em 1959 para fazer faculdade de Engenharia Aeronáutica. Ele liderou a Embraer entre os anos de 1970 até 1986 e retornou em 1992, para presidir a companhia durante o processo de reestruturação até a privatização em dezembro de 1994.
Veja mais notícias no G1 Bauru e Marília
VÍDEOS: Assista as notícias do centro-oeste paulista

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta