BCN 

Após 100% de ocupação nas UTIs Covid na rede pública, Campinas abre mais 14 leitos no SUS municipal

Compartilhar


HC da Unicamp também promete abertura de mais 10 leitos no hospital, o que eleva para 30 o total de estruturas para Covid-19. Lair Zambon, secretário da Saúde de Campinas (SP)
Reprodução/Facebook
Após atingir 100% de ocupação em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes com Covid-19 na rede pública no domingo (21), a Prefeitura de Campinas (SP) informou nesta segunda-feira (22) que contratou mais 14 estruturas para o Sistema Único de Saúde (SUS) municipal. Todas entram em funcionamento até terça-feira (23).
Com isso, a rede municipal saí de 107 leitos de UTI para 121 até terça. Dos 14 leitos, três foram contratados no Hospital Samaritano, quatro na Casa de Saúde e sete na Santa Casa.
Além de abrir novas estruturas, a prefeitura anunciou que irá adotar na cidade regras da fase vermelha das 21h até às 5h, a partir desta terça-feira (23). No caso dos bares, a restrição tem início às 20h.
Ao anunciar os novos leitos, o secretário municipal de Saúde, Lair Zambon, ressaltou a severidade do momento da pandemia na cidade, que piorou na última semana.
“Nós estamos passando por uma situação muito mais preocupante do que estávamos na semana passada. Principalmente desde sexta-feira nós tivemos um grande aumento de casos no município, o que tem nos deixado extremamente preocupado e com 100% de taxa de ocupação.”
Verbas
Segundo o secretário, o governo estadual vai repassar verbas para custear parte dos leitos. O restante será pago pelos cofres municipais.
“Passarão a verba fundo a fundo, que é um modelo de passagem de dinheiro do estado e município, ou do governo federal. Serão no valor de R$ 1,6 mil os leitos de UTI e R$ 300 os leitos de enfermaria. Basicamente é isso e a prefeitura terá que complementar esses leitos no sistema privado”.
Leitos na Unicamp
O Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp informou que colocará em funcionamento, a partir desta segunda, mais 10 leitos de UTI Covid, o que vai totalizar 30 estruturas.
“Além disso, há 34 leitos de enfermaria para pacientes com a doença. O convênio com a Secretaria de Estado da Saúde é de R$ 11.880.000,00 milhões com duração de seis meses”, informou o hospital, em nota.
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta