BCN 

Engenheiro que sequestrou casal em shopping diz à polícia que cometeu crime por dívida de jogo

Compartilhar

Vítimas haviam acabado de sair do local quando foram surpreendidas pelo criminoso, que estava armado. Suspeito foi autuado por roubo com retenção de vítima. O engenheiro civil suspeito de sequestrar um casal no estacionamento de um shopping de Jundiaí (SP) disse à polícia que cometeu o crime porque tinha uma dívida de jogos de azar.
Ele foi preso na quinta-feira (18) e autuado por roubo com retenção de vítima, também conhecido como sequestro-relâmpago. As vítimas foram obrigadas a fazer vários saques em uma agência bancária durante o crime.
O homem de 34 anos também disse à polícia que estava sendo ameaçado de morte por uma facção criminosa e que o irmão tinha problemas com drogas. De acordo com a delegacia, o suspeito trabalha em uma empresa multinacional na cidade.
Ao abordar o casal no estacionamento, ele entrou no carro e mandou seguir para o Parque da Cidade. Durante o trajeto, o suspeito teria aberto o aplicativo do banco no celular de uma das vítimas e pedido a senha, dizendo que ia fazer uma transferência, informou a polícia.
Ao chegarem ao bairro Caxambú, o homem os obrigou a parar em uma agência bancária. Sob ameaça de matar a esposa, ele ordenou que o rapaz fizesse o máximo possível de saques no caixa eletrônico. A vítima conseguiu sacar R$ 8,5 mil e entregou para o suspeito.
O carro seguiu em direção ao bairro Jundiaí-Mirim, passando pelo Jardim Tarumã. Em certo momento, o criminoso saiu do carro, dizendo que já estavam no bairro Jardim São Camilo, e fugiu.
O suspeito foi levado para a delegacia e permaneceu à disposição da Justiça.
VÍDEOS: veja as reportagens do Bom Dia Cidade e do TEM Notícias
Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta