BCN 

Egresso da UNITAU é premiado no Conselho regional de engenharia e agronomia

Compartilhar


Premiação homenageia estudantes que obtiveram melhor desempenho Muitos alunos se esforçam durante a graduação para ter um excelente desempenho profissional e algumas instituições reconhecem o esforço desses estudantes e realizam premiações para homenageá-los. O prêmio do Conselho regional de engenharia e agronomia do estado de São Paulo (CREA-SP) acontece anualmente, homenageando estudantes que obtiveram melhor desempenho em cursos de graduação de nível superior pleno das áreas de engenharia, agronomia, geologia, geografia e meteorologia, em instituições de ensino registradas no conselho paulista.
Luís Fernando de Sousa Oliveira, ex-aluno do curso de Agronomia da Universidade de Taubaté (UNITAU), foi surpreendido com um anúncio do CREA-SP, que, em virtude do seu ótimo desempenho acadêmico e profissional,decidiu premiá-lo. Devido à pandemia do novo coronavírus, não houve uma cerimônia para a entrega em mãos, e o agrônomo recebeu seu prêmio em casa.
Luís conta que a conquista foi uma consequência de todo seu esforço e comprometimento com a graduação. “Eu me senti muito orgulhoso, por ter me destacado em meio a tantos outros ótimos alunos e engenheiros que se formaram em 2019. Eu só pude receber esse prêmio graças aos ótimos professores da Universidade, sou eternamente grato a eles. O que mais me deixou feliz foi poder levar o nome da UNITAU e do curso de Agronomia no meio de tantas outras instituições”, relata o ex-aluno.
O agrônomo complementa dizendo que espera que o prêmio contribua na sua vida profissional, abrindo caminhos para novas oportunidades. “É um incentivo na busca de uma oportunidade no mercado. Creio que as empresas irão ver com bons olhos esse prêmio, pois poderão perceber que sou uma pessoa dedicada, esforçada e que posso contribuir com meus conhecimentos de forma positiva”, conclui.
Conheça o curso de Luís Fernando e os mais de 30 cursos disponibilizados pela UNITAU. A preparação de hoje fará toda a diferença amanhã.
O ensino nos une, não importa a distância.
Por Bianca Guimarães/ UNITAU

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta