BCN 

Baixada Santista e Vale do Ribeira permanecem na fase amarela do Plano SP

Compartilhar


Reclassificação do Plano SP foi realizada nesta sexta-feira (19). Apesar de continuarem na fase amarela, as duas regiões apresentam um aumento nas taxas de novos casos e de novas internações. Reclassificação do Plano SP nesta sexta-feira (19)
Governo de SP
O Governo de São Paulo anunciou, nesta sexta-feira (19), que as regiões da Baixada Santista e do Vale do Ribeira continuam fase amarela do Plano São Paulo. As duas regiões, porém, apresentam um aumento nas taxas de novos casos e novas internações por cada 100 mil habitantes na região por conta da Covid-19.
PERGUNTAS E RESPOSTAS: Entenda as fases do Plano São Paulo, que regulamenta o que pode funcionar na quarentena em SP
O Plano São Paulo prevê o rebaixamento para fases com regras mais restritivas da quarentena em regiões que apresentam grande aumento semanal de novas internações, mortes, casos ou taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Desde o início do ano, o governo paulista tem feito reclassificações semanais.
As regiões da Baixada Santista e do Vale do Ribeira sairam da fase laranja e avançaram para a fase amarela do plano da quarentena no dia 5 de fevereiro. Nesta fase, comércio, bares e restaurantes são permitidos a funcionar até 22h (veja todas as regras abaixo).
Os índices divulgados pelo estado, nesta sexta-feira, mostraram que houve uma queda na taxa da ocupação de leitos de UTI na Baixada Santista, mas um aumento nas taxas de novos casos e novas internações por cada 100 mil habitantes na região. Já no Vale do Ribeira, houve um aumento na taxa da ocupação dos leitos de UTI, de novos casos e novas internações (veja os índices abaixo).
Baixada Santista
Em relação a última atualização, a Baixada Santista a taxa da ocupação dos leitos de UTI para Covid-19 passou de 44,4% para 38,7% e a taxa de leitos de Covid-19 para cada 100 mil habitantes foi de 21,4 para 21,8.
Quanto à evolução da pandemia, a taxa de novos casos a cada 100 mil habitantes subiu de 213,2 para 225,1 e a de novas internações de 24,4 para 27,6. A taxa de novos óbitos por 100 mil habitantes caiu de 6,4 para 5,7.
Vale do Ribeira
Em relação a última atualização, o Vale do Ribeira a taxa da ocupação dos leitos de UTI para Covid-19 passou de 42% para 52,8% e manteve em 17,6 a taxa de leitos de Covid-19 para cada 100 mil habitantes.
Quanto à evolução da pandemia, a taxa de novos casos a cada 100 mil habitantes subiu de 300,6 para 305,3 e houve um aumento também na taxa de novas internações de 34,4 para 39,8. A taxa novos óbitos por 100 mil habitantes caiu foi de 6,1 para 2,9.
O que funciona na Fase Amarela
A capacidade máxima passa a ser limitada a 40% de ocupação para todos os setores. Antes, o percentual variava por setor: academias podiam operar com apenas 30% da ocupação, por exemplo.
O atendimento presencial ao público pode ser feito apenas até as 22h, em todos os setores, exceto no setor de bares, que pode funcionar até as 20h.
O horário de funcionamento passa a ser limitado a 10 horas por dia para todos os setores. Antes, o horário variava por setor.
VIDEOS: Mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias
.

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta