BCN 

Araraquara, São Carlos e outras 15 cidades permanecem na fase vermelha do Plano São Paulo

Compartilhar


Somente serviços essenciais poderão funcionar a partir de sábado (6); confira as regras. Reclassificação do Plano SP feita pelo governo estadual nesta sexta (19)
Reprodução/Governo de SP
São Carlos (SP), Araraquara e outros 15 municípios da região permanecem na fase vermelha, na 22ª atualização do Plano São Paulo, que determina as regras da quarentena contra o novo coronavírus. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa do governo do estado nesta sexta-feira (19).
Com isso, as cidades continuam com funcionamento apenas de serviços essenciais. (veja abaixo as regras). A região tem ocupação de 84,7% dos leitos de UTI.
Outras 25 cidades permanecem na fase laranja.
PERMANECEM NA FASE VERMELHA
DRS III – Araraquara*: Américo Brasiliense, Araraquara, Boa Esperança do Sul, Descalvado, Dourado, Gavião Peixoto, Ibaté, Matão, Motuca, Nova Europa, Porto Ferreira, Ribeirão Bonito, Rincão, Santa Lúcia, São Carlos e Trabiju.
DRS VI – Bauru*: Brotas
*A lista tem apenas as cidades da região de cobertura do G1 São Carlos e Araraquara
Araraquara tem decreto ainda mais restritivo por conta da identificação da variante brasileira do novo coronavírus. É proibida a circulação sem justificativa e a multa é de R$ 120. O município tem 100% de ocupação de leitos há 5 dias, com 12.989 infectados, sendo 162 mortes.
Veja o que não pode funcionar na fase vermelha do Plano São Paulo
Reprodução/EPTV
O que pode funcionar na fase vermelha
Farmácias
Mercados
Padarias
Açougues
Postos de combustíveis
Lavanderias
Meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrô
Transportadoras, oficinas de veículos
Atividades religiosas
Hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria
Bancos
Pet shops
Serviços de delivery ou entregas
Ocupação de leitos no estado de São Paulo na 22ª atualização do Plano São Paulo
Reprodução
PERMANECEM NA LARANJA
DRS XIV – São João da Boa Vista*: Aguaí, Águas da Prata, Caconde, Casa Branca, Divinolândia, Itobi, Mococa, Santa Cruz das Palmeiras, São João da Boa Vista, São José do Rio Pardo, São Sebastião da Grama, Tambaú, Tapiratiba e Vargem Grande do Sul.
DRS X – Piracicaba*: Analândia, Araras, Conchal, Corumbataí, Itirapina, Leme, Pirassununga, Rio Claro, Santa Cruz da Conceição e Santa Gertrudes.
DRS XIII – Ribeirão Preto*: Santa Rita do Passa Quatro
*A lista tem apenas as cidades da região de cobertura do G1 São Carlos e Araraquara
O que pode funcionar na fase laranja
Todos os setores de comércio e serviços passam a ser permitidos. A exceção é o atendimento presencial em bares, que continua proibido.
Capacidade de ocupação: 40% do público máximo de cada estabelecimento.
Funcionamento máximo: até 8 horas por dia.
Horário de fechamento: atendimento presencial somente o até 20h.
Parques estaduais, salões de beleza e academias: podem funcionar.
O que é o Plano São Paulo
O Plano São Paulo determina as regras da quarentena no estado. Criado em maio de 2020, ele divide o estado em 17 regiões de saúde. A fase da quarentena em que se encontra cada região é determinada pelo governo estadual com base em indicadores de saúde como mortes por Covid-19, internações, ocupação de leitos de UTI. As cinco fases possíveis são:
Fase vermelha (Alerta Máximo)
Fase laranja (Controle)
Fase amarela (Flexibilização)
Fase verde (Abertura parcial)
Fase azul (Normal controlado)
O plano estabelece quais setores da economia podem funcionar em casa fase e determina restrições, com horário de funcionamento e capacidade máxima dos estabelecimentos comerciais, em cada fase. A reclassificação de cada região é feita mensalmente mas, caso os indicadores sejam negativos, o governo pode fazer reclassificações extraordinárias.
Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença
Foto: Infografia/G1
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 São Carlos e Araraquara.

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta