BCN 

Após Estado cobrar transparência, São José inicia envio de dados de vacinados contra Covid-19

Compartilhar

Cidade era a única em todo o Estado que não estava preenchendo dados na plataforma do governo estadual. Medida foi tomada após nota em que governo cobrou transparência da gestão. São José dos Campos começa a utilizar plataforma do vacinômetro do Estado
São José dos Campos iniciou nesta quarta-feira (17) o envio dos dados de vacinados contra Covid-19 ao Estado. A medida foi adotada após o governo estadual cobrar transparência da prefeitura no processo de vacinação. A cidade era a única de São Paulo que não estava lançando os dados na plataforma.
Nesta quarta, São José começou a atualizar as informações, mas ainda constavam apenas 31 doses usadas, enquanto mais de 34 mil vacinas já foram aplicadas na cidade. A administração municipal informou que está em contato com o governo do Estado e até sexta todos os dados serão lançados.
O Vacinômetro é uma plataforma do Estado que mostra o número de doses aplicadas por cidade em São Paulo e auxilia na transparência do processo para evitar ‘fura-filas’ e no processo logístico da distribuição de doses.
Atualmente, São José dos Campos aplica a segunda dose da vacina em profissionais da saúde na linha de frente ao combate à pandemia de coronavírus. A vacinação em idosos com mais de 80 anos foi suspensa após o fim das doses para o público dessa faixa etária.
Vacinação
A campanha de vacinação no Estado começou no dia 17 de janeiro. Desde então, todos os municípios paulistas precisam fazer o lançamento dos dados sobre a vacinação. Os dados geram o ‘Vacinômetro’ do governo e permitem o acompanhamento do público-alvo, com o número de aplicações.
Desde o início, a cidade não atualizava os dados. De acordo com a Secretaria de Saúde, a cidade já havia sido notificada, mas não regularizou a situação. Na terça-feira (16), o governo enviou uma carta aberta criticando a postura da gestão pelo que chamou de “falta de transparência”.
““Não é razoável que um município subverta esta ordem em detrimento de todas as outras 644 cidades, agindo de forma isolada, sem sequer prestar à Secretaria as informações requeridas e obrigatórias”, diz trecho da carta.
Em resposta, a prefeitura alegou que estaria fazendo o cadastro na plataforma do governo federal que acompanha as campanhas de vacinação.
Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta