BCN 

Membros de clube de astronomia do interior de SP são reconhecidos com certificado da Nasa

Compartilhar


De acordo com o Clube Centauri de Astronomia de Itapetininga (SP), os 10 membros contemplados com o certificado da Nasa eram responsáveis por publicações, divulgações e traduções de artigos astronômicos. Integrantes do Clube de Astronomia Centauri de Itapetininga são reconhecidos pela NASA
Reprodução/Centauri
A partir de trabalhos de tradução de artigos sobre astronomia e divulgação da ciência, 10 integrantes do Clube Centauri de Astronomia de Itapetininga (SP) receberam um certificado da Nasa por meio do programa Night Sky Network.
De acordo com o clube, os membros contemplados com o certificado foram responsáveis por publicações, divulgações e traduções de artigos astronômicos enviados pela própria agência.
Segundo o presidente do clube Rodrigo Raffa, de 27 anos, e que também é formado em física pela UFSCar, essa certificação aconteceu depois que o clube foi cadastrado no sistema do projeto devido aos trabalhos que eles já tinham feito e eram reconhecidos pela agência espacial.
Certificado individual da Nasa para integrante do Clube de Astronomia de Itapetininga
Arquivo Pessoal
Além dele, foram homenageados Izabela Almeida, Marco Centurion, Bruno Moraism Ari Shinhe, Paloma Santos, Victor Camargo, Maria Elisa, Jonas Nascimento e Lucas Gomes.
Ainda de acordo com Rafael, criado em 2014, o Clube Centauri possui mais de 60 integrantes e é uma associação de astrônomos amadores, professores e universitários que almejam divulgar sobre astronomia, além de também realizar encontros de observação celeste.
“Depois que fomos cadastrados no Night Sky Network, acabamos recebendo artigos mais aprofundados para traduzir para a língua portuguesa e, com isso, divulgar no nosso blog, o que foi muito bom para o nosso conhecimento”, explica Rodrigo.
Membros de clube de astronomia de Itapetininga reunidos antes da pandemia
Arquivo Pessoal
Para o físico Marco Centurion, de 29 anos, o foco de todos sempre foi a divulgação científica. Segundo ele, receber o certificado foi um momento de alegria para todos, visto que é um grupo criado há pouco tempo.
“Ter esse reconhecimento diretamente de uma das divisões da Nasa, que é uma das maiores agências espaciais do mundo, foi algo muito importante para um clube de astronomia que ainda está crescendo”, relata.
Lua fotografada por integrante do Clube Centauri de Itapetininga
Arquivo Pessoal
Dificuldades na pandemia
Membros de clube de astronomia de Itapetininga são reconhecidos com certificado da NASA
Arquivo Pessoal
Segundo o presidente, após cortes de gastos em um outro programa no qual faziam parte, equipes da Nasa realizaram um remanejamento para que o clube não fosse prejudicado.
“Antes fazíamos parte do programa NASA Space Place mas, em 2018, a Nasa sofreu um forte corte financeiro e precisou limitar os recursos materiais e físicos aos clubes estadunidenses, fazendo com que as equipes de astronomia estrangeiras ficassem limitadas aos recursos digitais”, conta.
Em 2020, por conta da pandemia de Covid-19, o grupo precisou se adaptar e realizou diversas palestras a distância para estudantes de escolas e universidades da região de Itapetininga.
Além dos trabalhos acadêmicos de tradução, o clube ainda criou o projeto “Saturnou”, que oferece um ciclo de palestras sobre o mesmo tema de forma online, aos sábados.
Ao G1, Rodrigo ainda contou que mesmo com todos os cortes feitos pela Nasa, o reconhecimento que eles receberam se deu por conta de todas as atividades que eles continuaram realizando de maneira voluntária.
“Esse certificado só mostra que se continuarmos neste caminho, conseguiremos atingir nossos objetivos”, finaliza Rodrigo.
*Sob supervisão de Paola Patriarca
Veja mais notícias no G1 Itapetininga e Região
VÍDEOS: mais assistidos da região

Compartilhar

You May Also Like

Deixe uma resposta