Corinthians e Santos tem duelo de técnicos novatos no Paulista

Foto: Reuters

Novatos no futebol do estado -e no caso do português Jesualdo também no país

Ainda é muito cedo para avaliar o trabalho de Tiago Nunes e Jesualdo Ferreira, técnicos de Corinthians e Santos, respectivamente, e adversários pela quarta rodada do Campeonato Paulista, neste domingo (2), às 11h, no Itaquerão. Mas quem perder o duelo poderá sentir precocemente como é falhar em um clássico em São Paulo.

Novatos no futebol do estado -e no caso do português Jesualdo também no país-, ambos iniciaram os trabalhos em suas respectivas equipes no início de janeiro e com missões bem distintas.

Tiago Nunes chegou com a missão de substituir Fábio Carille e também de mudar a identidade de jogo corintiana, que há muitos anos se baseia em se defender bem primeiro para depois atacar o adversário. Um estilo que levou a equipe a conquistar títulos importantes, mas a ficar marcada em algumas temporadas como retranqueira.

Até o momento, o ex-treinador do Athletico-PR tem mostrado repertório diferente de seu antecessor, com um time com mais posse de bola e que agride mais o adversário, apesar de ainda demonstrar algumas inconsistências no que se refere à defesa e saída de bola. Esses problemas justificam os resultados da equipe no Campeonato Paulista.

O time estreou bem no Estadual, ao golear o Botafogo-SP por 4 a 1. Na segunda rodada, um empate em 1 a 1 com o Mirassol fora de casa não foi tão alarmante. Porém, a derrota para a Ponte Preta por 2 a 1 na última quinta (30) chamou a atenção pela baixa qualidade do futebol mostrado no primeiro tempo, com muitos erros na saída de bola.

O alento para Tiago Nunes foi a estreia oficial do volante colombiano Víctor Cantillo. Com ele em campo, o time ganhou qualidade na transição da defesa para o ataque. O jogador, inclusive, deve iniciar como titular no clássico de domingo, em Itaquera.

Já missão de Jesualdo no Santos também não é das mais fáceis. O treinador português chegou para substituir o argentino Jorge Sampaoli, que no ano passado levou a equipe ao vice-campeonato brasileiro, com um futebol intenso e de qualidade.

Na primeira partida do Paulista, um 0 a 0 com o Red Bull Bragantino dominando boa parte das ações. No jogo seguinte, vitória por 2 a 1 sobre o Guarani, graças a um gol contra, e irritação do técnico ao ser questionado em entrevista sobre seu estilo (menos intenso) e o de seu antecessor.

Mas ao contrário de seu adversário de domingo, Jesualdo vem embalado por uma vitória na última quinta, por 2 a 0 sobre a Inter de Limeira, sem maiores sustos. Fonte: Notícias ao Minuto

You May Also Like

Deixe uma resposta