Neymar não deveria ser convocado para a Seleção Brasileira. Não neste momento

Foto: Pedro Martins

Neymar é imprescindível para a Seleção Brasileira. Ponto. O único fora de série, blá-blá-blá. Mas isso não dá direito ao astro da companhia de deixar Tite (quase) sempre numa fria.

O treinador fará convocação nesta sexta para os amistosos data Fifa contra Peru e Colômbia, em setembro, nos Estados Unidos. Neymar merece ser chamado? Não! Pra ser sincero nem há necessidade disso agora. Melhor aproveitar a tempestade pessoal de Neymar e aproveitar a bonança trazida pela conquista da Copa América para observar outros nomes até o fim do ano e voltar a chamá-lo no momento certo, ou seja, em março, no início das Eliminatórias da América do Sul para a Copa do Qatar-2022.

Convocar Neymar (agora) será problema para Tite. Deixá-lo fora também, óbvio. Mas, neste momento, é melhor optar pelo segundo caminho em nome da paz na retomada do vitorioso trabalho pós-Copa América. Afinal, como justificar a presença na lista de um jogador que não entra em campo há dois meses? Somente com o nome? Não parece justo com os demais liderados.

A tendência é que a novela de Neymar no mercado da bola tenha efeito colateral na entrevista coletiva de Tite nesta sexta-feira. O treinador adoraria falar apenas sobre o futebol do craque, porém, nos últimos meses, teve de dar pitaco até sobre o suposto episódio de estupro no relacionamento de Neymar com Najila Trindade antes do início da Copa América. Em parte, culpa de Tite. O treinador deveria ter cortado o jogador quando o escândalo estourou. Pouparia o jogador e a si mesmo.

Tite não pode desperdiçar novamente a oportunidade de blindar a Seleção dos problemas pessoais de Neymar. Se o atacante está no centro de uma disputa entre Real Madrid e Barcelona, que decida o destino bem longe da concentração verde-amarela e volte a vestir a amarelinha quando estiver treinando — e jogando futebol — no novo ou no atual clube. Alimentar mais um desgaste por causa de amistosos contra Peru e Colômbia soa totalmente desnecessário.

A novela Neymar atrapalha o jogador, causa desconforto a Tite e trava o caminho de uma porção de jogadores de alto nível no mercado da bola. Philippe Coutinho tem proposta do Bayern de Munique, mas o Barcelona espera inclui-lo na negociação para o retorno de Neymar. Dembélé e Semedo também estão de sobreaviso. O Real Madrid segura Gareth Bale, Keylor Navas e cogitou até usar o atual melhor do mundo Modric como moeda de troca. Fonte: Correio Braziliense

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *