MPF investiga morte de indígena e invasão de garimpeiros no Amapá

Foto: JB Neto

Policiais federais e do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar foram deslocados para o local. Procedimento foi instaurado no sábado (27)

O MPF (Ministério Público Federal) instaurou, no sábado (27), procedimentos para apurar as circunstâncias da morte de um indígena e a invasão de garimpeiros na Terra Indígena Wajãpi, no Amapá.

Ao longo do dia, o órgão acompanhou o desenrolar dos fatos, em contato com a Polícia Federal e com servidores da Funai, que estão na região. A morte do indígena Wajãpi, que estaria relacionada ao caso, segundo a Funai, será apurada pelo MPF por meio de investigação criminal. 

Em relação às denúncias de invasão da terra indígena Wajãpi por garimpeiros, o órgão solicitou informações à polícia sobre as providências adotadas até o momento. 

No sábado, uma equipe da PF e policiais do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar foram deslocados para a terra indígena. A finalidade é evitar o agravamento do conflito. O MPF afirmou que irá acompanhar a situação a fim de assegurar os direitos dos indígenas.

Por meio de nota, a Funai (Fundação Nacional do Índio) informou que assim que tomou conhecimento do fato no sábado acionou as autoridades competentes e seus servidores no local.

“Por ora não há registros de conflito, apesar de ter sido confirmado um óbito, mas não há detalhes das circunstâncias. O local é de difícil acesso. Mesmo assim, a equipe da Funai e da PF permanecerão no local para garantir a integridade dos indígenas e apuração dos fatos”, informou o órgão. Fonte: R7

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *